GRUPO 1

 

 

 

Os Carneiro da Fontoura:

  NA GESTA DOS VALORES IDEOLÓGICOS POLÍTICOS E SOCIAIS DO

 BRASIL MERIDIONAL

 

 

 

JOÃO CARNEIRO DA FONTOURA – JCF
IZABEL DA SILVA
Genearcas da Família

FONTE: 5 e 4. * JOÃO CARNEIRO DA FONTOURA – JCF 00
João Carneiro da Fontoura – JCF – natural de Chaves, vila portuguesa de Santa Maria Maior, nasceu em 1679, aproximadamente, já que faleceu com 90 anos, em 19-08-1769, na então vila de Rio Pardo, filho de Antônio Carneiro da Fontoura e Francisca Velloza.   IZABEL DA SILVA
 Freguesia de Congonhas, Minas Gerais
1 – FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA 01 – Grupo 1
*          -1729 – Congonhas do Campo – Sabará – MG
†          -1769 – Rio Pardo
Izabel da Silva, nascida em 1694, Torres Novas, comarca de Tomar, arcebispado de Lisboa, falecida em 17-02-1794, Rio Pardo, filha de Gabriel (ou Inácio) da Costa e de Máxima Gouveia (ou Mariana da Silva). Izabel, consta ter origem na etnia cigana. 2 – JOSÉ CARNEIRO DA FONTOURA – Cap. Dragões 02 – Grupo 2
*          -1733 – Curral d’El-Rey – Mariana – MG
†  03-04-1805 – Rio Pardo
3 – JOÃO CARNEIRO DA FONTOURA FILHO – Cap. Dragões 03 – Grupo 3
*          -1734 – Candelária – Rio de Janeiro – RJ
† 22-01-1810 – Vila São José do Norte
Maria Ignácia (4) – Casou com Salvador José de Siqueira Rondon – Cap. Dragões em 23-10-1768. Sem descendência. 4 – MARIA IGNÁCIA CARNEIRO DA FONTOURA Nota
*                   – Rio de Janeiro – RJ (?)
5 – JOANNA VELLOZA DA FONTOURA 05 – Grupo 5
* 20-02-1740 – São Pedro do Rio Grande
† 03-01-1796 – Rio Pardo
6 -ANGÉLICA VELLOZA DA FONTOURA 06 – Grupo 6
*          -1742 – Rio Grande
† 01-09-1792 – Rio Pardo
7 – IGNÁCIA MARIA VELLOZA DA FONTOURA 07 – Grupo 7
*          -1744 – Rio Grande
† 09-06-1795 – Rio Pardo
8 – JERÔNYMA VELLOZA DA FONTOURA 08 – Grupo 8
* 18-02-1748 – Rio Grande (Batismo S. Pedro) Fonte secundária
† 28-03-1832 – Encruzilhada
9 – MARIA THEREZA VELLOZA DA FONTOURA 09 – Grupo 9-10
*  24-03-1750 – Viamão Fonte secundária
†          -1772 – Rio Pardo
10- ALEXANDRE DE SOUZA PEREIRA DA FONTOURA – Cel. Drag. 10 – Grupo 9-10
*20-10-1751 – Rio Grande (batismo S. Pedro) Fonte secundária
† 22-04-1815 – Rio Pardo

FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA
Grupo 01
TRONCOS SECULARES

• Barreto, Pereira Pinto,  Simões Pires, Palmeiro, Menna Barreto (Troncos Seculares na formação da América Meridional Portuguesa a partir do Século XVIII).

• Outros ramos: Queiroz e Vasconcellos, Almeida, Brasil, Cardoso, Silveira, Machado, Fonseca, Palmeirim, Prestes, Amaral Gurgel.

LOCALIDADES DOMINANTES

• Rio Grande, Viamão e Rio Pardo no início da colonização portuguesa para além de Laguna.

• Encruzilhada do Sul, Cachoeira do Sul, Triunfo, Caçapava do Sul, São Sepé e, após 1811,  Bagé, Dom Pedrito, São Gabriel, Porto Alegre (Rio Grande do Sul).

• Castro (PR), Itaguaí (RJ), São Paulo, Maranhão (Brasil).

IMIGRANTES

• Trasmontanos e açoritas, em especial, lusos (em geral) continentais e insulares, luso-brasileiros (mineiros, baianos e vicentinos), retirantes coloneses, castelhanos orientais (raros) com discreta influência de índios e negros na miscigenação.

OUTROS
• Componentes arrolados:  1287
• Famílias compiladas:    252
• Última implementação dados : Julho de 2020
• Coordenação e compilação: SANFELIZ
• Fontes Informações: ENSAIOS GENEALÓGICOS
– Relação ao final arquivo
REFERÊNCIAS ESPECÍFICAS
– FAMILY SEARCH – Registros Históricos – www.familysearch.org/search/
– GENEANET – Genealogia da Família Silveira (Jeremias)
– Lênio Luiz RIcha – Genealogia Brasileira, “Os Oliveiras Leitões” (na WEB)
– Mousquer & PUFAL – Famílias Portuguesas nas Missões (na WEB)
– Roberto Ross Young – “A Gaúcha Maria Josefa”, Martins Livreiro Editora
COLABORADORES
– César Auto Coelho Nogueira
– Gustavo Alves Cardoso Moreira
– José Idílio Machado dos Santos
● Convensões:  Sistema de Codificação Componentes: consultar à Coordenação.
 Delimitações Objeto Pesquisa: consultar à Coordenação.
● Designer – Assessoria: FABIANA DA SILVA E FONTOURA
● Site – Descrição Genealógica: www.carneirodafontoura.com
● Artigos – Colaborador: JOÃO DA FONTE ÁUREA – Grupo dos Setenta
● Email – Contato: nffontoura@hotmail.com
FONTE: 5, 8, 10 e 4.  FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO – Cel. Dragões 01
Francisco Barreto Pereira Pinto nasceu em 02-06-1709, freguesia de Logoalva de Santarém, Terra da Feira, bispado de Coimbra, faleceu em 20-03-1775. Filho de Manoel dos Santos Barreto (Cap. mor) da vila e comarca da Feira, e de Magdalena Maria Pereira Pinto, de Terra da Feira. Após estabelecer-se em Rio Grande, em fevereiro de 1738, recebeu 15 braças (2,2 x 6.600) de sesmarias (21,78 ha) no Estreito, junto ao Capão, lindeiro com Jacinto Rodrigues da Cunha e na outra banda, com o Sarg. mor Miguel Cardozo de Oliveira. Vide nota biográfica. * FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA
└  1743
1.1 – ANNA JOSEFA VELLOZA DA FONTOURA 01.01
* 20-04-1744 – Rio Grande Fonte Secundária
1.2 – SEVERINA MARIA PEREIRA PINTO  Nota
* 24-11-1745 – Rio Grande (batismo) Fonte Secundária
1.3 – MARIA EULÁLIA PEREIRA PINTO 01.03
* 20-11-1747 – Rio Grande Fonte Secundária
† 09-01-1803 – Porto Alegre
Severina Maria (1.2) casou em primeiras núpcias com Sebastião Gomes de Carvalho. Após, casou em 11-11-1759, Rio Pardo, com Antônio Fortes Bustamante e Sá (*1733) – Alferes (* Rio de Janeiro), filho do Desembargador Roberto Ribeiro e de Maria Angélica de Sá Menezes; filhos: Rosa Antônia Fortes Carr de Bustamante (*Desterro, SC). Em terceiras núpcias, casou com Tomás Ribeiro de Bustamante (*1732, † 1800) – irmão de Antônio Fortes – nascendo: Tomásia Severina Carr de Bustamante (* Rio de Janeiro) e Roberto Carr de Bustamante Pinto da Fontoura (*São Gonçalo, R. Janeiro). 1.4 – INOCÊNCIA MARIA PEREIRA PINTO DA FONTOURA 01.04
* 06-01-1750 – Rio Grande (batismo) Fonte Secundária
† 08-11-1804 – Rio Pardo
1.5 – HELENA MÁXIMA PEREIRA PINTO Nota
* 10-05-1752 – Rio Grande (batismo)
† 16-06-1771 – Rio Pardo
1.6 – ENGRÁCIA RAQUEL PEREIRA PINTO 01.06
* 05-05-1754 – Viamão (batismo)
† 09-10-1799 – Triunfo
1.7 – JULIANA SEVERINA PEREIRA PINTO  Nota
* 24-02-1756 – Rio Pardo (batismo) Fonte Secundária
1.8 – VICÊNCIA MARIA S
Helena Máxima (1.5) casou em 27-11-1770, Rio Pardo, com Francisco José Martins  – Ten. Dragões (*Portugal), filho de Lourenço Martins e de Senhorinha Jorge. Helena Máxima faleceu 18 meses após casar. Sem geração. * 02-04-1757 – Rio Pardo
†         -1775 – Antes de
1.9 – FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO FILHO – Ten.-Cel. 01.09
*          -1758 – Rio Pardo Fonte Secundária
26-09-1804 – Porto Alegre
Juliana Severina (1.7) casou em 23-01-1773, Rio Pardo, com José Jacinto Pereira (*Rio Grande), filho do Cap. Manoel Pereira Roriz (*Negrelos, S. Mamede, Portugal) e de Brígida Antônia de Oliveira (*Colônia do Sacramento). Descendência desconhecida. 1.10- CÂNDIDA ÂNGELA PEREIRA PINTO Nota
*          -1759 Fonte Secundária
1.11- PROPÍCIA VELLOZA DA FONTOURA 01.11
*          -1762 – Rio Pardo
† 12-10-1839 – Rio de Janeiro
Cândida Ângela (1.10) casou em 21-07-1774, Rio Pardo, com o Alferes João Batista de Godoy (*São Paulo), filho de João Siqueira Barbosa e de Escolástica Godoy; filhos: José (*11-11-1775), Francisco de Godoy (*1790, São Paulo). 1.12- FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA FILHA Nota
*          -1763 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.13- GERTRUDES VELLOZA DA FONTOURA 01.13
*         -1767 – Rio Pardo
Francisca (1.12) casou em 09-09-1776, P. Alegre, com Domingos Alves Branco Muniz Barreto (*Bahia), filho de Domingos Alves Branco Muniz e de Maria da Glória Branco Muniz Barreto. Descendência desconhecida. Vide  questão para o componente 1.4.1 – Francisco de Paula Barreto Pereira Pinto.
1.14- JOÃO DE DEUS MENNA BARRETO – Mar. e Visc. São Gabriel 01.14
* 02-07-1769 – Rio Pardo
† 27-08-1849 – Rio Pardo
1.15- CARLOS DOS SANTOS BARRETO 01.15
*         -1770 – Rio Pardo
†        -1845
FONTE: 5.   BERNARDO JOSÉ GUEDES PIMENTEL – Alf 01.01
Bernardo, natural do Porto, Portugal, filho de José Carlos Monteiro Proença e de Luiza Josefa Mesquita Pimentel. O casamento foi celebrado em Viamão e as bênçãos matrimoniais ministradas em Rio Grande em 03-02-1761. Residiram entre Piquiri e Irapera (Cachoeira), lindeiro com o Porta-Estandarte Antônio Pinto da Fontoura (6.2), João Nunes de Miranda e com Miguel Aires. * ANNA JOSEFA VELLOZA DA FONTOURA
└  03-02-1761 – Rio Grande
1.1.1 – BERNARDA LUIZA GUEDES PIMENTEL Nota
* 18-05-1763 – Viamão Fonte Secundária
Bernarda (1.1.1) casou em 02-05-1776, P. Alegre, com Apolinário Joaquim Alves Madureira; descendência desconhecida.
FONTE: 5, 10 e 4.  ALEXANDRE LUIZ DE QUEIROZ E VASCONCELLOS – Ten 01.03
Alexandre Luiz nasceu em 1743, Vila Boa de Queiroz, Portugal, faleceu em 1790, em Cachoeira. Filho de Manoel de Oliveira Luiz e de Josefa Maria de Queiroz. Receberam as bênçãos matrimoniais em 01-05-1769. * MARIA EULÁLIA PEREIRA PINTO
└  12-04-1768 – Rio Pardo
1.3.1 – VICENTE D
* 13-04-1769 – Rio Pardo
1.3.2 – MARIA DO CARMO VIOLANTE DE QUEIROZ E VASCONCELLOS 01.03.02
* 06-07-1770 – Rio Pardo
† 05-08-1847 – Rio Pardo
1.3.3 – ALEXANDRE JOSÉ DE QUEIROZ E VASCONCELLOS -O Quebra 01.03.03
* 19-04-1772 – Rio Pardo
† 04-07-1833 – Cachoeira
1.3.4 – HELENA CÂNDIDA DE VASCONCELLOS 01.03.04
* 22-02-1774 – Rio Pardo
1.3.5 – FORTUNATO LUIZ BARRETO DE QUEIROZ E VASCONCELLOS 01.03.05
* 07-03-1777 – Rio Pardo (batismo) Fonte Secundária
1.3.6 – ANTÔNIO D
* 08-04-1779 – Rio Pardo (batismo) Fonte Secundária
1.3.7 – JOÃO NEPOMUCENO I
* 16-05-1781 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.3.8 – JOAQUINA D
*         -1782 – Rio Pardo
1.3.9 – ESMÉRIA D
* 11-11-1782 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.3.10- FRANCISCA D
*          -1784 – Cachoeira
1.3.11- MARIA D
*         -1787 – Rio Pardo
1.3.12- SEBASTIÃO D
*         -1789 – Rio Pardo
FONTE: 7, 5, 4, 10 e 11.   ANTÔNIO SIMÕES PIRES – Sarg mor 01.03.02
Antônio Simões Pires nasceu em 12-10-1766, Rio Pardo, onde faleceu em 04-03-1856; filho de Matheus Simões Pires (*São Miguel, Ilha Terceira) e de Catarina Inácia da Purificação (*São Miguel, Ilha Terceira). Foi, Antônio, vereador da Câmara da vila de Rio Pardo. (Simões Pires, vide Troncos Seculares). * MARIA DO CARMO VIOLANTE QUEIROZ E VASCONCELLOS
└ 17-01-1789 – Rio Pardo
1.3.2.1 – JANUÁRIO FRANCISCO SIMÕES PIRES Nota
*                  – Encruzilhada Fonte Primária
1.3.2.2 – ANNA EULÁLIA DE VASCONCELLOS Nota
Januário (1.3.2.1) casou em 13-05-1834, Rio Pardo, com Antônia Benta do Nascimento Franco (*16-05-1817), filha de Plácido Fernandes Franco e de Cecília Bento do Nascimento; filhos: Feliciano, Antônio, Idalina, Maria do Carmo, Januária Francelina, Zenóbio, Francisco de Sales Simões Franco, Cândido, Plácido, Cecília, Flaubino, Jerônymo, Agueda Evangelina e Antônia Simões Pires. Em 1856, Januário residia em Bagé, Palmas. * 27-06-1791 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 17-11-1845 – Rio Pardo
1.3.2.3 – MANOEL SIMÕES PIRES Nota
*          -1792
1.3.2.4 – ALEXANDRE SIMÕES PIRES 01.03.02.04
* 10-04-1793 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 18-09-1869 – Bagé
1.3.2.5 – GASPAR SIMÕES PIRES Nota
Anna Eulália (1.3.2.2) casou em 18-05-1818 com Antônio Alves de Azambuja –  Cap. (*14-02-1878, Barra do Ribeiro, 18-11-1865, Barra do Ribeiro; filhos: Mariana Azambuja, Antônio Filho, Zeferino, Mariana Eulália, Manoel, Maria do Carmo, Zeferino, Anna Gertrudes, Francisco de Paula e Manoel Alves de Azambuja. Residentes em Rio Pardo (Barra do Ribeiro, Triunfo). * 06-09-1795 – Rio Pardo (batismo) Fonte Secundária
1.3.2.6 – JOAQUIM SIMÕES PIRES Nota
*         -1802 Fonte Secundária
†         -1864
1.3.2.7 – ROSA VIOLANTE DE VASCONCELLOS Nota
* 23-07-1803 – Rio Pardo Fonte Secundária
21-05-1858 – Alegrete
Manoel (1.3.2.3) casou com Rosa Agueda Mattos; filhos: Catharina Simões Pires Franco, Ignez Carolina e Emerenciana Marcolina Pires, Umbellina, Maria Eulália, Anna Eulália, Antônio Manoel, Israel, Ezequiel e Manoel Simões Pires Filho. Residentes em Encruzilhada. 1.3.2.8 – ANTÔNIO SIMÕES PIRES (FILHO) Nota
*         -1804
         -1863
1.3.2.9 – VICENTE DE PAULA SIMÕES PIRES Nota
*
Gaspar (1.3.2.5) casou com Florinda Cândida de Lima; filhos: Júlia, Íria (*1835, Rio Pardo, †1865), Inocência, Florindo, José, Gaspar, Florinda, Francisca, Plácido e Maria do Carmo Lima Simões Pires. Residentes em Encruzilhada. 1.3.2.10- MARIA ESMÉRIA SIMÕES PIRES Nota
*
1.3.2.11- AGUEDA FRANCELINA SIMÕES PIRES Nota
*
Joaquim (1.3.2.6) casou com Zeferina Maria do Carmo Gonçalves de Freitas; filhos: Manoel Veríssimo, Maria do Carmo, Benta, Joaquim Filho, Zeferina (*25-12-1843, R Pardo, batismo), Rita, Umbellina, José e Elisbella Simões Pires. Conta a tradição que na Boqueirão, fazenda que Joaquim e Zeferina se estabeleceram em São Sepé, o fogo de galpão não se apaga, até os dias atuais, desde que foi aceso a mais de 200 anos.
1.3.2.12- FRANCISCA FORTUNATA SIMÕES PIRES S
* Fonte Secundária
1.3.2.13- LUCIANA PRUDÊNCIA SIMÕES PIRES Nota
* 28-04-1816 – Encruzilhada
● Consta haver mais uma filha deste casal (Antônio e Maria do Carmo) – a primogênita – Maria Pires, batizada em 14-11-1789, N S Rosário, Rio Pardo, falecida impúbere. Fonte Primária
Rosa Violante (1.3.2.7) casou com José Antônio Martins (Cel Mingote Martins) nascido em 1788 e falecido no Alegrete, onde residia em 1855. Com tenacidade, bravura e lealdade invejáveis fizeram-no participar das campanhas Cisplatinas de 1801 a 1827 ao lado de Bento Manoel. Legalista, organizou e se manteve fiel as forças Imperiais, mesmo após seu comandante e amigo, Bento Manoel, ter-se integrado a causa da República do Piratini. Filhos: Ubaldina, Úrsula, Maria do Carmo, Antônio Thomaz, José Antônio, Gemina e Lucrécia Martins. José Antônio Flores da Cunha (*1880, †1959), Deputado em 1909 pelo Partido Republicano Rio-Grandense (PRP), caudilho gaúcho, revolucionário de 1923 e em 1930, Governador do Estado de 1935 a 1937, é filho de Miguel Luiz da Cunha Filho e de Evarista Flores, neto de Úrsula Martins e Miguel Luiz da Cunha, bisneto de Rosa Violante.

● Antônio, segundo filho de Matheus, estabeleceu-se em Palmas, na bacia do rio Camaquã, por onde corta a BR-153. Aí pelo menos três de seus filhos prosperaram (Joaquim, Alexandre e Januário). As sesmarias concedidas a Antônio decorrem dos serviços prestados à Coroa Portuguesa, especialmente com a compra de equinos para utilização nas guerras com os castelhanos. Como Sargento-Mor suas sesmarias além de Palmas, Bagé, também foi donatário em Rio Pardo, Encruzilhada do Sul, São Sepé, Quaraí, Dom Pedrito (Ponche Verde). Isto justifica as principais regiões em que os Simões Pires se engendraram pela Província de São Pedro Rio Grande.

NOTA SOBRE A DESCRIÇÃO GENEALÓGICA – É de Antônio Cândico Silveira Pires a obra “Palmas da Gente, Guardados da Memória”, Volume II, Editora URCAMP, Bagé-RS, 1992, uma bem-atualizada descrição da Família Simões Pires. Ai a Coordenação do site Carneiro da Fontoura encontrou subsídios para atualização da edição de 2015 que até então embasava-se nos estudos de Aurélio Porto: Título Simões Pires, RIHGRGS, nº 39-40, 1930; P Alegre; p:473-530 além de pesquisas em fontes primárias por colaboradores do site.
José Idílio Machado Santos é um descendente desse tronco secular rio-grandense mediante seus avoengos: (tri) Januário Francisco Simões Pires  (1.3.2.1), (bi) Jerônimo Simões Pires (*1846) que casou com Cira Fagundes, gerando Adélia (Délia) casada com Idílio Machado (avós) que por sua vez geraram Clacir, casado com Suelci (Ceci) dos Santos, pais de Idílio Machado dos Santos, este casou com Rejane Correa Paim que geraram Jessica Paim. Estes últimos residentes em Ivaiporã, Paraná.  A contribuição de José Idílio fornecendo a citada obra, cuja esposa descende dos Charão (vide 5.6.1.7, Manoela Júlia) é de fato muito relevante na curiosa “corrente de solidariedade do presente com o passado e o futuro, e de radicado apego ao solo querido”.

Antônio (1.3.2.8) casou com Eusébia Maria de Vargas; filhos: Maria do Carmo Pires da Rocha, Antônio Filho e José Antônio Simões Pires. Residiu no Alegrete.
Vicente de Paula (1.3.2.9) casou em 30-05-1831, Encruzilhada, com Bárbara Xavier de Freitas; filhos: Custódio, José, Vicente de Paula, Rafael, João Carlos, Joanna de Deus, Sérgio e Francisca Simões Pires e Maria Xavier Simões Pires. Residentes em Cachoeira do Sul.
Maria Esméria (1.3.2.10) casou com Manoel José Ferreira de Faria; filhos: Matheus José, Antônio, Manoel, José, Zeferino, João, Anna Ubaldina, Flora Beliza, Cecília, Maria Emília e Rita Ferreira de Faria.
Agueda (1.3.2.11) casou, em primeiras núpcias, com José Thomé Salgado e após com, seu sobrinho, Antônio Alves de Azambuja Filho (in 1.3.2.2); filhos apenas do primeiro matrimônio: Joaquim Sabinio Pires Salgado (Gen.).
Luciana Prudência (1.3.2.13) casou em 1840 com José Saldanha Pereira de Macedo (2.1.1.1), com geração.
FONTE: 7, 4 e 10. ** ALEXANDRE SIMÕES PIRES 01.03.02.04
Questão  * CLARA REGINA DA FONTOURA 1º MAT
Clara Regina: 2.3.5. └         -1831 – Bagé
1.3.2.4.1 – ALEXANDRINA SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.01
*
1.3.2.4.2 – ANTÔNIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.02
* 10-07-1828 – Encruzilhada do Sul (batismo) Fonte Secundária
† 31-01-1895 – Bagé
1.3.2.4.3 – FRANCISCO JORGE SIMÕES PIRES DA FONTOURA – Ten.-cel. 01.03.02.04.03
* 24-04-1830 – Bagé
† 29-06-1905 – Dom Pedrito
1.3.2.4.4 – MARIA DO CARMO SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.04
* 30-06-1833 – Bagé
† 25-01-1887 – Bagé
Alexandre, oriundo de Palmas, foi estabelecer-se nos campos de Ponche Verde, então distrito de Bagé e que junto com o de São Sebastião formaram, em 1872, o município de Dom Pedrito.
Uma vasta prole aí é encontrada e muito ligada aos Fontoura mediante seu matrimônio com Clara Regina.
FONTE: 7, 4, 10, 11. * ALEXANDRE SIMÕES PIRES 01.03.02.04
Em 1849 Alexandre residia em Bagé, região do atual município de Dom Pedrito. Fonte Primária  THEREZA GONÇALVES DA CONCEIÇÃO CASSÃO 2º MAT
└  03-11-1838 – Rio Pardo
Thereza, faleceu em 11-06-1868, Bagé.
1.3.2.4.5 – ALEXANDRE GONÇALVES SIMÕES PIRES 01.03.02.04.05
*
10-02-1888 – Dom Pedrito
Luciana (1.3.2.4.6) casou em 25-01-1860 com Feliciano Simões Franco (In. 1.3.2.1), nascido em 19-11-1835 e falecido em 04-03-1916; filhos: Antônio Cândido e Alexandre Simões Franco. Consta ainda, uma filha natural de Luciano, nascida em 29-08-1859, Uruguai, falecida aos 101 anos. 1.3.2.4.6 – LUCIANA GONÇALVES SIMÕES PIRES Nota
* 20-08-1841 –
† 14-03-1883 –
1.3.2.4.7 – JANUÁRIO GONÇALVES SIMÕES PIRES – Cap. 01.03.02.04.07
*           -1844
†          -1894
Balbina (1.3.2.4.8) casou com François Pierre Belfort. 1.3.2.4.8 – BALBINA GONÇALVES SIMÕES PIRES Nota
*
1.3.2.4.9 – JOSÉ ALEXANDRE SIMÕES PIRES 01.03.02.04.09
*           -1846
FONTE: 7, 4 e 10.   ALEXANDRE TEIXEIRA BRASIL 01.03.02.04.01
Alexandre Teixeira Brasil nasceu em 1810, Caçapava, e faleceu 20-04-1877, Bagé (Passo das Palmas); seu pai Severino Teixeira Brasil é um dos mais antigos estancieiros dessa região, hoje cortada pela BR 153. * ALEXANDRINA SIMÕES PIRES DA FONTOURA
└  20-11-1841 – Caçapava do Sul
1.3.2.4.1.1 – CLARA FONTOURA BRASIL Nota
* 26-01-1845 – Bagé
Clara (1.3.2.4.1.1) casou em 1869 com Jerônymo Teixeira Brasil, seu primo, filho de José Teixeira Brasil e de Joaquina Coelho Brasil; filhos: Júlia, Arthur, Universina, Severina e Brazilina Brasil. † 02-06-1899 – Dom Pedrito
1.3.2.4.1.2 – SEVERINA PIRES BRASIL Nota
* 30-03-1847 – Bagé
Severina (1.3.2.4.1.2) casou com Severino Coelho Brasil, seu primo; filhos: José Alexandre, Odilon e Ottília Brasil. 1.3.2.4.1.3 – CASTORINA PIRES BRASIL Nota
*         -1848
Castorina (1.3.2.4.1.3) casou com Custódio Teixeira Brasil, seu primo, filho de José Teixeira Brasil e de Joaquina Coelho Brasil; filhos: Alexandre, Jandyra e José Joaquim Brasil. 1.3.2.4.1.4 – ALEXANDRINA BRASIL I
* 03-03-1851 – Bagé
1.3.2.4.1.5 – EDELTRUDES PIRES DA FONTOURA BRASIL Nota
Edeltrudes (1.3.2.4.1.5) casou com José Alexandre Simões Pires (1.3.2.4.9), onde consta a descendência. * 24-06-1853 – Bagé
1.3.2.4.1.6 – FRANCISCO TEIXEIRA BRASIL Nota
Francisco (1.3.2.4.1.6) casou em 16-03-1872, Pelotas, com Maria Izabel Vieira (*1850, †1875, Pelotas); filhos: José Vieira Brasil. * 13-08-1855
1.3.2.4.1.7 – JOSÉ SIMÕES BRASIL Nota
José (1.3.2.4.1.7) casou em 13-04-1878 com Adélia Vieira Tavares (*1857, Bagé); filhos: Orfila, Olinda, Hilda e José Brasil. *         -1858 – Bagé
1.3.2.4.1.8 – MARIA GERTRUDES BRASIL (Dª. MIMOSA) 01.03.02.04.01.08
*          -1892 – Bagé
† 02-06-1899 – Dom Pedrito
Silvana (1.3.2.4.1.9), casada com Eugênio Machado de Souza; filhos: Alexandrina, Alice, Carlota, Maria, Gabriel, José e Marino Souza. 1.3.2.4.1.9 – SILVANA PIRES BRASIL Nota
* 03-10-1865 – Bagé
FONTE: 7, 4 e 10   * PEDRO FONTOURA ALMEIDA – Cap 01.03.02.04.01.08
Pedro, nascido em 29-06-1854, Bagé, faleceu em 25-08-1913, Dom Pedrito (Fazenda Santa Maria), filho de Álvaro José de Almeida (* S. Paulo, † 24-05-1888, D. Pedrito) e de Maria Joaquina da Fontoura (NI) nascida após 1831.  Questão.
Consta que depois de enviuvar, o Cap. Pedro gerou: Maria Christina (* 1910) e Flordelícia (* 1907), ambas filhas de Florinda Cavalheiro. Fonte Primária.
** MARIA GERTRUDES BRASIL – ALMEIDA
└  23-10-1880 – Bagé (Fonte Primária)
1.3.2.4.1.8.1 – OSCARINA BRASIL DE ALMEIDA Nota
* 16-10-1882 – Dom Pedrito Fonte Primária.
† 03-10-1925 – Dom Pedrito (assassinada)
1.3.2.4.1.8.2 – LAFAYETTE BRASIL DE ALMEIDA Nota
* 14-01-1884 – Dom Pedrito Fonte Primária.
Oscarina (1.3.2.4.1.8.1) casou com Benjamim Jacintho Pereira. † 12-09-1959 – Bagé
1.3.2.4.1.8.3 – ÁLVARO JOSÉ DE ALMEIDA, Médico Nota
Lafayette (1.3.2.4.1.8.2) casou com Sylvia Souza – de Almeida. * 04-03-1885 – Bagé
† 20-08-1960 – Porto Alegre
Álvaro José (1.3.2.4.1.8.3) casou com Noêmia Azambuja – de Almeida. 1.3.2.4.1.8.4 – OLAVO BRASIL DE ALMEIDA (GAÚCHO) Nota
* 20-12-1889 – Bagé
Olavo (1.3.2.4.1.8.4) casou com Ady Jacintho Almeida.
1.3.2.4.1.8.5 – AYDA BRASIL DE ALMEIDA Nota
Ayda (1.3.2.4.1.8.5) casou com José Tude de Godoy (Médico); residentes em D. Pedrito, com descendência. *         -1892 – Dom Pedrito
1.3.2.4.1.8.6 – NILDA BRASIL DE ALMEIDA Nota
Nilda (1.3.2.4.1.8.6) casou com João Thomaz de Brum; residentes em D. Pedrito, com descendência. * 05-06-1895 – (Uruguai) Fonte Primária.
Adália (1.3.2.4.1.8.7) casou com José Thomaz Brum Sobrinho; residentes em D. Pedrito. 1.3.2.4.1.8.7 – ADÁLIA BRASIL DE ALMEIDA Nota
* 06-07-1896 – Dom Pedrito
1.3.2.4.1.8.8 – VITERBO BRASIL DE ALMEIDA (MARAGATO) S
* 04-10-1897 – Dom Pedrito Fonte Primária.
† 06-02-1923 – Bagé
Mário (1.3.2.4.1.8.9) casou com Maria Farinha – Almeida. 1.3.2.4.1.8.9 – MÁRIO BRASIL DE ALMEIDA (COCA) Nota
* 02-05-1899 – Dom Pedrito
FONTE: 7, 4 e 10 ** ANTÔNIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.02
Maria Francisca (2.3.3.2).Fonte Primária  * MARIA FRANCISCA SALGADO – PIRES DA FONTOURA
└  28-03-1853 – Pelotas
Deoclécio (1.3.2.4.2.1) [ou Diocleciano] casou com Celina Rodrigues – Simões Pires da Fontoura, filha de Ezequiel José Rodrigues e de Natália Pilar Rodrigues; filhos: Cândida (* 23-02-1889), Elisa (* 31-03-1892), Luís Mário (* 07-09-1897), Cyro Fontoura (* 03-08-1899), Ibá (* 23-01-1902) e Ezequiel, todos naturais de D. Pedrito e com geração desconhecida. 1.3.2.4.2.1 – DEOCLÉCIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         -1853 Fonte Primária
08-08-1931 – Dom Pedrito
1.3.2.4.2.2 – SIZÍNIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.02.02
*         -1855
1.3.2.4.2.3 – ANTÔNIO CÂNDIDO SIMÕES PIRES S
*         -1856
Alexandrino (1.3.2.4.2.4) – consta como descendente, um filho: Olintho Maria Simões Pires da Fontoura Alves (* 05-06-1901 – Rivera, Uruguai, onde faleceu em 09-10-1966). Olintho escritor e poeta uruguaio. 1.3.2.4.2.4 – ALEXANDRINO SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         -1858
1.3.2.4.2.5 – CLARA SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.02.05
*
Glicéria (1.3.2.4.2.6) casou em 12-11-1885, Dom Pedrito, com Manoel Assis Mattos Barreto (* 1855), filho de Aníbal Pinto Barreto (Encruzilhada) e de Ubaldina de Mattos Barreto (Encruzilhada); geração desconhecida. 1.3.2.4.2.6 – GLICÉRIA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         – 1861 – Dom Pedrito (batismo) Fonte Primária
1.3.2.4.2.7 – MÁRCIA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         – 1862 – Dom Pedrito Fonte Primária
Márcia (1.3.2.4.2.7) casou em 02-05-1887, Dom Pedrito, com Ignácio Rodrigues Barcellos, filho de Bernardino Barcellos e Carolina Leopoldina Netto; descendência desconhecida.
1.3.2.4.2.8 – MARIA FRANCISCA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
* 26-06-1865 – Dom Pedrito Fonte Primária
Maria Francisca (1.3.2.4.2.8) casou com Fernando Cantalino; descendência desconhecida. 1.3.2.4.2.9 – CÂNDIDA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
* 29-08-1866 – Dom Pedrito Fonte Primária
Cândida (1.3.2.4.2.9) casou em 04-07-1883, Dom Pedrito, com Luiz Cantera, filho de Eulógio Cantera (Espanha) e Josepha Martinez (Espanha); filhos: Antônio Simões Cantera (Dr.).
1.3.2.4.2.10- EPHRAIM SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         -1868
Ephraim (1.3.2.4.2.10) casou com Adelaide Barreto Gonçalves; descendência desconhecida 1.3.2.4.2.11- MANASSÉS SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         -1870
Manassés (1.3.2.4.2.11) casou com Esther Gomes Castanho; geração desconhecida.
1.3.2.4.2.12- FLORISBELLA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
Florisbela (1.3.2.4.2.12) casou com Geraldino José da Rosa; geração desconhecida. * 19-12-1871 – Dom Pedrito Fonte Primária
Judá (1.3.2.4.2.13) casou com Percília Barreto Gonçalves; geração desconhecida. 1.3.2.4.2.13- JUDÁ SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
* 17-10-1872 – Dom Pedrito Fonte Primária
Lydia (1.3.2.4.2.14) casou com Favorino da Rosa Garcia; filhos conhecidos: Judá. 1.3.2.4.2.14- LYDIA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*         -1876 Fonte Primária
Ananízia (1.3.2.4.2.15) (Anísia) casou com José Torres; geração desconhecida. 1.3.2.4.2.15- ANANÍZIA SIMÕES PIRES DA FONTOURA  Nota
* 25-01-1877 – Dom Pedrito Fonte Primária
FONTE: 7, 4 e 10. * SIZÍNIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA 01.03.02.04.02.02
  MARIA ALVES DE SOUZA
Orphélio (1.3.2.4.2.2.1) casou com Gertrudes (Ermida) de Souza – Pires (In 2.3.2.3.5); filhos: Alda, nascida em 14-10-1910, D. Pedrito. 1.3.2.4.2.2.1 – ORPHÉLIO SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
* 17-09-1885 – Dom Pedrito Fonte Primária
1.3.2.4.2.2.2 – EMÍLIA D
* 19-05-1890 – Dom Pedrito (batismo) Fonte Primária
1.3.2.4.2.2.3 – MARIA JOSÉ D
* 24-08-1893 – Dom Pedrito Fonte Primária
 Isolina (1.3.2.4.2.2.4) casou com João Francisco Carneiro da Fontoura (2.3.2.7.6). 1.3.2.4.2.2.4 – ISOLINA SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*
Alcides (1.3.2.4.2.2.5) casou com Anacleta Carneiro da Fontoura (2.3.2.7.15), onde consta a descendência. 1.3.2.4.2.2.5 – ALCIDES SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*
1.3.2.4.2.2.6 – IBRAHINA D
* 04-04-1897 – Dom Pedrito Fonte Primária
1.3.2.4.2.2.7 – ALEXANDRE SIMÕES PIRES DA FONTOURA S
* 28-03-1899 – Dom Pedrito Fonte Primária
† 04-08-1913 – Dom Pedrito
1.3.2.4.2.2.8 – URSULINA D
Eduwirges (1.3.2.4.2.2.9) casou com Joaquim de Lima Simões Pires (In 1.3.2.4.3.4); filhos: Alexandre, Zaira (vide 2.3.2.7.15.3), Célia, Inah, Mário, Hercília e Adil Simões Pires, todos naturais de Dom Pedrito. *
1.3.2.4.2.2.9 – EDUWIRGES SIMÕES PIRES DA FONTOURA Nota
*                  – Dom Pedrito
FONTE: 7 e 10  * PEDRO MACHADO DA FONTOURA 01.03.02.04.02.05
Pedro, não identificado. Questão ** CLARA SIMÕES PIRES DA FONTOURA
Zulmira (1.3.2.4.2.5.1) casou com Antônio Isidoro Carambula Filho (*Uruguai), filho de Antônio Isidoro Carambula e de Rosa Gonçalves; filhos: Oriente Antônio Carambula (*1903, Upamaroti, Livramento – RS).
1.3.2.4.2.5.1 – ZULMIRA MACHADO DA FONTOURA Nota
*
FONTE: 7, 4 e 10. ** FRANCISCO JORGE SIMÕES PIRES DA FONTOURA – Ten.-cel. 01.03.02.04.03
Francisco Jorge, ainda como capitão, atuou na Guerra do Paraguai, no contingente do Corpo de Cavalaria de João da Silva Tavares (Barão de Cerro Alegre).  * ÍRIA DE LIMA SIMÕES PIRES  1º MAT
1.3.2.4.3.1 – GASPARINA DE LIMA SIMÕES PIRES FONTOURA Nota
Íria: (In 1.3.2.5).  *        -1859 – Rio Pardo
Gasparina (1.3.2.4.3.1), casada com José Maria Quadros; geração desconhecida.
1.3.2.4.3.2 – CLARA REGINA DE LIMA SIMÕES PIRES FONTOURA Nota
Clara Regina (1.3.2.4.3.2) casou em 06-01-1881, D. Pedrito, com Joaquim Manoel de Quadros, filho de Miguel Francisco de Quadros e de Ignácia dos Santos Jardim; filhos: Gasparino (* 26-01-1882), Joaquina (* 23-04-1883), Osorina (* 14-09-1887) e Iria Lima de Quadros († 06-04-1918, D. Pedrito), todos naturais de D. Pedrito. Clara Regina da Fontoura – Quadros, após casar. *         -1861 – Rio Pardo Fonte Primária
†        -1949
1.3.2.4.3.3 – ALEXANDRE DE LIMA SIMÕES PIRES FONTOURA Nota
* 08-04-1862 – Dom Pedrito Fonte Primária
†        -1911
1.3.2.4.3.4 – FLORINDO DE LIMA SIMÕES PIRES FONTOURA – Ten.-Cel. Nota
* 03-12-1863 – Dom Pedrito Fonte Primária
Alexandre (1.3.2.4.3.3), consta ter falecido solteiro com um filho natural, Florindo (* 1882, Dom Pedrito), nascido de Maria Altina. Reconheceu, ainda, os seguintes filhos de Carmelita Artigas Alves, filha de João Artigas e de Claudina Alves: Celina (* 1886), Deolinda (* 1897), Cláudia (*1901), Cezilia (*1902), (Arminda) Antônia (* 1904), Florinda (* 1906), Alexandre (* 1908) e Célio (*1910) de Lima Simões Pires.
Florindo (1.3.2.4.3.4) casou em 30-08-1893, Bagé, com [Isabel] Hercília do Couto Pires,  juiz (1901 a 1921) e fazendeiro em Dom Pedrito; filhos: Eria, Joaquim de Lima Simões Pires (* 08-11-1895, Dom Pedrito, juiz distrital e pecuarista), Anna Rita, Armódio, Leopoldina, Francisca, Adélia, Inocência e Horácio Simões Pires.
FONTE: 7 e 4 * FRANCISCO JORGE SIMÕES PIRES DA FONTOURA – Ten.-Cel. 01.03.02.04.03
  LEOPOLDINA CORRÊA (DA SILVA) – SIMÕES PIRES  2º MAT
└  Dom Pedrito
1.3.2.4.3.5 – FRANCISCO CORRÊA SIMÕES PIRES S
*
Deodato (1.3.2.4.3.6) casou com Maria Thereza Simões Pires (1.3.2.4.5.9); descendência desconhecida. 1.3.2.4.3.6 – DEODATO CORRÊA SIMÕES PIRES Nota
*
Affonso (1.3.2.4.3.7) casou com Cândida Corrêa Pires; filhos: Teresa (* 1898, D. Pedrito), Iracema (* 1901, D.Pedrito). 1.3.2.4.3.7 – AFFONSO CORRÊA SIMÕES PIRES Nota
* Fonte Primária
1.3.2.4.3.8 – LEOPOLDINA CORRÊA SIMÕES PIRES S
*
Firmina (1.3.2.4.3.9) casou com Cândido Carrion Barcellos; descendência desconhecida. 1.3.2.4.3.9 – FIRMINA CORRÊA SIMÕES PIRES Nota
* 18-02-1874 – Dom Pedrito Fonte Primária
Alverina (1.3.2.4.3.10) casou com Adaucto Simões Pires (1.3.2.4.5.4), onde consta a descendência. 1.3.2.4.3.10- ALVERINA (ALVINA) CORRÊA SIMÕES PIRES Nota
*
FONTE: 7, 4 e 10   JOÃO PEREIRA FRANCO – Cap. 01.03.02.04.04
João filho de Plácido Fernandes Franco e de Cecília Bento do Nascimento, *1820, R Pardo † 09-04-1876, Bagé. Fonte Primária * MARIA DO CARMO (SIMÕES PIRES) DA FONTOURA – FRANCO
└  23-10-1850 – Bagé
Jerônymo (1.3.2.4.7.1) casou com Luiza Monteiro 1.3.2.4.4.1 – JERÔNYMO SIMÕES FRANCO Nota
Francisca (1.3.2.4.4.2) casou com José Fortunato Silveira; filhos: Taylor, Waldemar, Maria José, Diva, Armandina, Maria do Carmo, Amaury, Daurília, Lauro, Uldemar, Alexandrino, Glória e Alda Silveira. * 03-08-1851 – Bagé
1.3.2.4.4.2 – FRANCISCA AMANTINA SIMÕES FRANCO Nota
*
Cecília (1.3.2.4.4.3), Pereira Cassão ao casar em 1875 com Antônio Francisco Gonçalves Cassão; filhos João Antônio e Maria Cecília Cassão. 1.3.2.4.4.3 – CECÍLIA SIMÕES FRANCO Nota
* 02-02-1855 – Bagé
Clara (1.3.2.4.4.4) casou com seu tio Januário Gonçalves Simões Pires (1.3.2.4.7), onde consta a descendência. 1.3.2.4.4.4 – CLARA DA FONTOURA FRANCO Nota
*         -1857
Feliciana (1.3.2.4.4.5) casou com Cândido Simões Pires (in 1.3.2.1); filhos: Maria Cândida, Antônia, Emerentina e Edeltrudes Simões Pires. Cândido após enviuvar casou com Honorina de Freitas; filhos: Serapião, Leonor e Januário Simões Pires. 1.3.2.4.4.5 – FELICIANA SIMÕES FRANCO Nota
*
1.3.2.4.4.6 – HONORINA SIMÕES FRANCO Nota
*         -1860
Honorina (1.3.2.4.4.6) casou com Flaubiano Simões Pires. †         -1903
1.3.2.4.4.7 – ANTÔNIA SIMÕES FRANCO Nota
Antônia (1.3.2.4.4.7) casou com Francisco Collares da Silva; filhos: João Oswaldo, Dulcídia, Setembrina, Maria do Carmo, Severino e Francisca Collares. *         -1865
1.3.2.4.4.8 – SEVERINO SIMÕES FRANCO Nota
Severino (1.3.2.4.4.8) casou com Lisbela Brasil Collares filha de Leonardo José Collares: filhos: Leonardo e Blanca. *         -1866
1.3.2.4.4.9 – ALEXANDRINO SIMÕES FRANCO Nota
Alexandrino (1.3.2.4.4.9) casou com Maria das Dores Collares. *         -1869
FONTE: 7, 4 e 10 * ALEXANDRE GONÇALVES SIMÕES PIRES 01.03.02.04.05
 AMÉLIA CARLOTA (PINTO) BARRETO – PIRES
└ (Fonte Primária)
Octaviano (1.3.2.4.5.1) casou com Maria Amélia de Menezes – Pires; filhos: João Alexandre (* 1899, Dom Pedrito), Aracy (* 1902, Dom Pedrito). 1.3.2.4.5.1 – OCTAVIANO SIMÕES PIRES Nota
*         -1866 Fonte Primária
Carlota (1.3.2.4.5.2) casou com Salvador Carneiro da Fontoura (2.3.2.2.8), onde consta a descendência. 1.3.2.4.5.2 – CARLOTA SIMÕES PIRES Nota
*         -1868
Amélia (1.3.2.4.5.3) casou em 04-05-1889, Dom Pedrito, com Álvaro Mattos Barreto filho de Anibal Pinto Barreto e de Ubaldina de Mattos Barreto; geração desconhecida. 1.3.2.4.5.3 – AMÉLIA SIMÕES PIRES Nota
* 13-07-1871 – Dom Pedrito Fonte Primária
1.3.2.4.5.4 – ADAUCTO SIMÕES PIRES 01.03.02.04.05.04
*         -1873
†        -1929 – Dom Pedrito
Epaminondas (1.3.2.4.5.5) casou com Almedorina Carneiro da Fontoura (2.3.2.7.3), onde consta a geração. 1.3.2.4.5.5 – EPAMINONDAS SIMÕES PIRES Nota
*         -1875
Manoel Celso (1.3.2.4.5.6) casou com Delfina Vieira Munhoz; geração desconhecida. 1.3.2.4.5.6 – MANOEL CELSO SIMÕES PIRES Nota
*         -1878
Abrilino (1.3.2.4.5.7) casou com Ozoriolina Machado da Silveira. 1.3.2.4.5.7 – ABRILINO SIMÕES PIRES Nota
* 24-04-1880 – Dom Pedrito Fonte Primária
1.3.2.4.5.8 – LOURIVAL SIMÕES PIRES D
* 10-11-1881 – Dom Pedrito Fonte Primária
Maria Tereza (1.3.2.4.5.9) casou com Deodato Corrêa Simões Pires (1.3.2.4.3.6); geração desconhecida.
1.3.2.4.5.9 – MARIA THEREZA SIMÕES PIRES Nota
*         -1883
Eulina (1.3.2.4.5.10) casou com João Colette [Filho] (Coll Leite), * França, filho de João Colette (*França) e de Sebastiana Gonçalves da Fontoura (NI). Questão.
1.3.2.4.5.10- EULINA SIMÕES PIRES Nota
*         -1885 Fonte Primária
Universina (1.3.2.4.5.11), Vicina casou com Florêncio Santillon Bueno. 1.3.2.4.5.11- UNIVERSINA SIMÕES PIRES Nota
* 05-03-1888 – Dom Pedrito Fonte Primária
FONTE: 4, 7 e 10. ** ADAUCTO SIMÕES PIRES 01.03.02.04.05.04
Alverina: 1.3.2.4.3.10.  * ALVERINA CORRÊA SIMÕES PIRES – ALVINA
Adaucto (1.3.2.4.5.4.1) casou em 21-11-1929, Livramento, com Diva Pereira Chaves (*06-01-1909, Livramento); filhos: Mirian, Miréia, Gláucia, Gilca, David Ulices, Adauto Tercius Simões Pires, todos naturais de Bagé. 1.3.2.4.5.4.1 – ADAUCTO SIMÕES PIRES FILHO – Médico Nota
* 23-12-1901 – Dom Pedrito Fonte Primária
†         -1961 – Dom Pedrito
1.3.2.4.5.4.2 – LOURIVAL SIMÕES PIRES Nota
* 07-08-1902 – Dom Pedrito Fonte Primária
Lourival (1.3.2.4.5.4.2) casou com Alvina Machado Simões; filhos: Nei, Lourival, Nilceu, Alceu (*1931, †1999, D Pedrito), Milton, Adauto, Zeno e Nero Machado Simões. Alceu casou com Neida Pereira da Fontoura (2.3.2.7.20.4). (Lorival ou Lourival, grafias distintas no registro civil e no assentamento da Igreja).
1.3.2.4.5.4.3 – ALDORINA SIMÕES PIRES D
*
1.3.2.4.5.4.4 – ALADY SIMÕES PIRES D
*
1.3.2.4.5.4.5 – OLGA SIMÕES PIRES D
*
1.3.2.4.5.4.6 – LEOPOLDINA SIMÕES PIRES D
*
FONTE: 7, 8, 4 e 10 ** JANUÁRIO GONÇALVES SIMÕES PIRES – Cap 01.03.02.04.07
Clara: 1.3.2.4.4.4, sobrinha de Januário, passando assiar-se Clara Gomnçalves  Simões Pires.  * CLARA (DA FONTOURA FRANCO) – GONÇALVES SIMÕES PIRES
Jerônymo (1.3.2.4.7.1) casou com Luiza Monteiro. 1.3.2.4.7.1 – JERÔNYMO SIMÕES PIRES Nota
*          -1880(?)
Maria do Carmo (1.3.2.4.7.2) casou em Bagé, 1900, com Francisco Sátiro da Cunha, filhos: Clara, Francisco e João Francisco Simões da Cunha (Engº Agrônomo). 1.3.2.4.7.2 – MARIA DO CARMO SIMÕES PIRES Nota
*          -1880 – Bagé
† 21-01-1916 – Bagé
1.3.2.4.7.3 – LULLO SIMÕES PIRES Nota
Lulo (1.3.2.4.7.3) casou com (Mandica) *          -1882
1.3.2.4.7.4 – CLARO ALCIDIA SIMÕES PIRES S
*          -1884
† 20-09-1955
Alcídia (1.3.2.4.7.5) casou com Anaurelino Vaz. 1.3.2.4.7.5 – ALCIDIA (ALCIDA) SIMÕES PIRES Nota
*
Thereza (1.3.2.4.7.6) Simões Dias da Costa ao casar com Juvenal Dias da Costa; filhos: Júlio Dias da Costa (*1912, †1994) entre 10 outros.
1.3.2.4.7.6 – THEREZA SIMÕES PIRES Nota
*
FONTE: 7. ** JOSÉ ALEXANDRE SIMÕES PIRES 01.03.02.04.09
Consta que José Alexandre (Juca) depois de se separar de Edeltrudes viveu (conjugalmente) com Dionísia Valério, esta já com um filho Genésio Valério. Filhos de Alexandre e Dionísia: Júlio, Carlos, Tácito, Antônio, Germano, Maria Ernestina, Gasparina, Georgina, Zulmira e Olga Valério. José Alexandre interrompeu os estudos em Direito (São Paulo)  para atuar como voluntário na Guerra do Paraguai.  * EDELTRUDES FONTOURA BRASIL
1.3.2.4.9.1 – ALEXANDRINA SIMÕES PIRES Nota
* Fonte Secundária
1.3.2.4.9.2 – LUCIANA SIMÕES PIRES Nota
* Fonte Secundária
Edeltrudes: 1.3.2.4.1.5. 1.3.2.4.9.3 – TÚLIA SIMÕES PIRES Nota
Alexandrina (1.3.2.4.9.1) casou com Canuto Osório Rodrigues; descendência desconhecida. * Fonte Secundária
Luciana (1.3.2.4.9.2) casou com Juvenal Osório Rodrigues; geração desconhecida. 1.3.2.4.9.4 – LILA SIMÕES PIRES D
*
Túlia (1.3.2.4.9.3) casou com Pedro Osório Rodrigues; geração desconhecida.
1.3.2.4.9.5 – AMÉRICO SIMÕES PIRES D
*
1.3.2.4.9.6 – GETÚLIO SIMÕES PIRES D
*
Maria Gertrudes (1.3.2.4.9.7) casou com José M Duran; descendência desconhecida. 1.3.2.4.9.7 – MARIA GERTRUDES SIMÕES PIRES D
*
FONTE: 5 e 4. * ALEXANDRE LUIZ DE QUEIROZ E VASCONCELLOS – o QUEBRA 01.03.03
Alexandre Luiz – o Quebra – seu nome de batismo fora Alexandre José. Figura singular, destemido, vigoroso, foi tido por insano, capaz de ações fortes e extrovertidas. Obstinado pela liberdade dos escravos. Imaginava um Rio Grande unido ao Uruguai, como pátria única e independente. Esteve emigrado na Província Cisplatina e serviu com José Artigas. Não tolerava a subordinação: “Nem Rei Nem Deus”. Vide sinopse biográfica.   MARIA DO ROZÁRIO
1.3.3.1 – FÉLIX LUIZ DE QUEIROZ E VASCONCELLOS Nota
* 02-06-1800 – Rio Pardo
26-12-1875 – Cachoeira
1.3.3.2 – JOSÉ D
* 28-03-1806 – Caçapava
Maria do Rozário, natural de Viamão, filha de Amaro Rodrigues de Souza (Ilha São Jorge) e de Tereza de Jesus (Viamão). 1.3.3.3 – CELESTINA D
* 02-04-1808 – Caçapava
Félix Luiz (1.3.3.1) casou em 12-08-1824, em Cachoeira, com Alexandrina Joaquina do Nascimento; filhos: José, Manoel, Clara de Vasconcellos, Sebastiana da Costa, Mafalda Queiroz de Vasconcellos, Pacífica Queiroz, Umbelina e Ermelinda Queiroz de Vasconcellos, Emerenciana de Vasconcellos, Ubaldina e Alexandrina Queiroz e Vasconcellos, Leocádio Luiz de Vasconcellos. 1.3.3.4 – JOAQUIM D
* 02-11-1809 – Caçapava
1.3.3.5 – SEBASTIANA D
*         -1810
1.3.3.6 – PAULINO D
*         -1811
1.3.3.7 – SEVERINA D
*         -1812
FONTE: 5 e 4.   DOMINGOS RODRIGUES MORAES FILHO 01.03.04
Domingos, natural de Bragança, filho de Domingos Rodrigues Moraes e Ana Maria. * HELENA CÂNDIDA DE VASCONCELLOS
└ 22-02-1796 – Rio Pardo
José (1.3.4.1) casou em 23-05-1822, Porto Alegre, com Laura Maria da Silva; descendência desconhecida. 1.3.4.1 – JOSÉ RODRIGUES DE MORAES Nota
*                   – Rio Pardo
Maria Eulália (1.3.4.2) casou com João Gualberto da Fontoura (2.2.3), onde consta a geração. 1.3.4.2 – MARIA EULÁLIA DE VASCONCELLOS Nota
*
Ritta Cândida (1.3.4.3) casou em 1831, Cachoeira, com João da Rocha e Souza; filhos: Maria Helena da Rocha e Souza – Vide 02.02.03.01, Antônio da Rocha e Souza Sobrinho, Domingos da Rocha e Souza, Manoel da Rocha e Souza e Maria Magdalena Rocha (e Souza) – Brandão; esta casada com Antônio Rocha da Silva Brandão. 1.3.4.3 – RITTA CÂNDIDA DE VASCONCELLOS Nota
*
†          -1880 – São Gabriel
1.3.4.4 – FRANCISCO D
*
FONTE: 5. * FORTUNATO LUIZ BARRETO 01.03.05
Emerenciana nasceu em 1787, Rio Pardo, filha de Antônio José Matos e Catarina Antônia da Encarnação.  EMERENCIANA ANTÔNIA ENCARNAÇÃO
1.3.5.1 – MARIA D
* 28-03-1810 – Cachoeira
1.3.5.2 – JANUÁRIO D
*          -1823
Fortunato (1.3.5.3) casou em 1847, Rio Pardo, com Clara Carolina da Silva; descendência desconhecida. 1.3.5.3 – FORTUNATO LUIZ BARRETO FILHO Nota
*          -1825 – Rio Pardo
Umbelina (1.3.5.4) casou com Francisco Pinto de Azambuja; geração desconhecida. 1.3.5.4 – UMBELINA BARRETO Nota
*
Eulália (1.3.5.5) casou em 1842, Encruzilhada, com o Cel. Clementino Ferreira Bicca; geração desconhecida.
1.3.5.5 – EULÁLIA BARRETO VASCONCELLOS Nota
*                   – Rio Pardo
† 21-05-1853 – São Gabriel
FONTE: 5, 10 e 4  [vide nota abaixo].  MIGUEL PEDROZO LEITE – Sargtº-Mor 01.04
Miguel, nascido em 1726, São Paulo, falecido em 27-05-1811, Porto Alegre, com 85 anos, filho de Antônio Pedrozo de Oliveira Leitão (Cap.) e de Maria Paes de  Almeida Cavalheiro.
– Em 1759 era Cap. Dragões (Infantaria) e em 1774 tornou-se um dos mais importantes combatentes na Colônia do Sacramento. Em 1777, o Cap. Miguel mais outros três capitães, oriundos de S. Paulo, foram destacados para guarnecer a Fortaleza de Rio Pardo ante as investidas castelhanas de Juan José Vertys y Salcedo.
– Os sobrenomes dos descendentes nesta família sugerem uma homenagem aos troncos ancestrais: Pedroso, Cavalheiro [Caballero], Pereira Pinto e Carneiro da Fontoura. Também, observam-se sobrenomes distintos encontrados em documentos diferentes para um mesmo indivíduo, como a indicar preferências pessoais, de ordem subjetiva, em época que os sobrenomes sem os preceitos dos documentos hodiernos eram transmitidos oralmente.
– Além das fontes citadas (5 e 10), na Edição de 2016 foram acrescidos os dados com base na publicação Genealogia Brasileira – Títulos Perdidos – Os Oliveiras Leitões de Lênio Luiz Rocha e, ainda, MOUSQUER, Zélce e PUFAL, Diego de Leão.Famílias Portuguesas nas Missões: os Cavalheiro do Amaral, in blog Antigualhas, histórias e genealogia, versão 2016, ambos disponiveis na WEB.
* INOCÊNCIA MARIA PEREIRA PINTO DA FONTOURA
└ 05-08-1763 – Forte do R Pardo, Capela Jesus-Maria-José
1.4.1 – FRANCISCO DE PAULA BARRETO PEREIRA PINTO Nota
* 16-09-1764 – Triunfo (batismo) Fonte Secundária
1.4.2 – MIGUEL PINTO CARNEIRO DA FONTOURA 8 Nota
* 03-01-1767 – Triunfo (batsmo)
1.4.3 – ANTÔNIO JOAQUIM PINTO CARNEIRO DA FONTOURA 01.04.03
*          -1768 – Triunfo
1.4.4 – MANOEL CAVALLEIRO (DO AMARAL) LEITÃO – CAP 01.04.04
* 20-09-1769 -1770 – Triunfo Fonte Secundária
† 29-03-1851 – Sorocaba
1.4.5 – MANOEL JOAQUIM (PINTO) CARNEIRO DA FONTOURA Nota
*  23-09-1771 – Triunfo (batismo) Fonte Secundária
1.4.6 – FELISBERTO D
* 21-02-1773 – Triunfo (batismo) Fonte Secundária
1.4.7 – INÁCIO D
*          -1774 – Triunfo
1.4.8 – JOÃO PEDROZO LEITE – Desembargador D
*
1.4.9 – GENOVEVA MARIA RACHEL LEITE DA FONTOURA 01.04.09
*          -1780 – Vacaria
†          -1815 – Lages, SC
Francisco (1.4.1) casou com Francisca Velloza da Fontoura Filha (1.12), 2º matrimônio desta; filhos: Barbara Maria de Aguiar [nome de casada], que casou com Francisco Paulino de Aguiar. Vide Questão. 1.4.10- GASPAR D
* 07-02-1781 – S Paulo (batismo) Fonte Secundária
1.4.11- BÁRBARA FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA Nota
*
Miguel (1.4.2) ou Miguel Cavalheiro Leite, ou, ainda, Miguel Pedrozo Leite Barreto casou em Resende, RJ, com Francisca da Conceição Pereira – Leite  (*Rezende, RJ); filhos: Antônio Pereira Barreto Pedrozo (*1799, Pouso Alto, MG) e Fabiano Pereira Barreto (*1801, Rezende, RJ).
1.4.12- MARIA DAS DORES DE JESUS FONTOURA 01.04.12
* 10-03-1785 – São Paulo Fonte Secundária
† 17-06-1843 – Rio Pardo
1.4.13- ESCOLÁSTICA VELLOZA S
* 11-01-1787 – S Paulo (*batismo) Fonte Secundária
Manoel Joaquim (1.4.5) casou com Ana Joaquina de Jesus, natural de Santa Catarina, filha de Manoel Ferreira (Ilha do Pico) e Antônia Maria de Freitas (Ilha da Madeira); filhos: Inocência, nascida em 02-03-1802. Consta que Manoel Joaquim foi degolado por ordem do general uruguaio José Gervásio  Artigas a quem era subordinado.
1.4.14- MARIA NEPOMUCENO CARNEIRO DA FONTOURA Nota
*                   – Vila Castro, Paraná – Bispado de S. Paulo Fonte Secundária
† 29-03-1879 – Porto Alegre (90 anos)
1.4.15- INOCÊNCIA MARIA PEREIRA PINTO DA FONTOURA [FILHA] 01.04.15
* Questão
Bárbara Francisca (1.4.11) casou com João Annes Amaral Gurgel; geração desconhecida.
Maria Nepomuceno (1.4.14) casou com Manoel Carneiro da Silva e Fontoura (7.4), segundo matrimônio deste, onde consta a descendência.
FONTE: 5 e 4 (Colaborou Gustavo Alves Cardoso Moreira) * ANTÔNIO JOAQUIM PINTO CARNEIRO DA FONTOURA 01.04 .03
 ANA JOSEFA DE MACEDO E SAM PAYO
1.4.3.1 – PROPÍCIA FRANCISCA CARNEIRO DA FONTOURA BARRETO 01.04.03.01
*          – 1870 – Itaguaí, RJ
FONTE: 4 (Colaborou Gustavo Alves Cardoso Moreira)   FRANCISCO JOSÉ CARDOZO 01.04 .03.01
* PROPÍCIA FRANCISCA (CARNEIRO DA FONTOURA BARRETO) – CARDOZO
Francisco José, filho de Manoel José Cardozo (Brig.), Comendador da Ordem de Cristo, fidalgo português, e de Maria Francisca de Portugal e Castro.
1.4.3.1.1 – MARIA FRANCISCA CARDOZO Nota
*          -1823 (?)
Maria Francisca (1.4.3.1.1) casou com João Basílio Teixeira Pires, cafeicultor e major da Guarda Nacional; filhos: Francisco Basilio Cardozo Pires (*Itaguai-RJ, casado em 1864 com Amélia Elisa Ramalho de Lucca Seilbs), Felippe Basílio Cardozo Pires (*18-04-1848, 1898, médico e político), Maria da Glória Cardoso (Cardoso Freire ao casar com Luiz Mário de Sá Freire, nascendo Enéas Mário de Sá Freire)  e Cândido Basílio Cardozo Pires, entre outros. Felippe Basílio casou com sua prima Propícia Cardozo – Pires (1.4.3.1.2.1). †          -1897
1.4.3.1.2 – FRANCISCO JOSÉ CARDOZO JÚNIOR – Mar. 01.04.03.01.02
*          -1826 – Rio de Janeiro
† 21-09-1917 – Rio de Janeiro
1.4.3.1.3 – MANOEL JOSÉ CARDOZO Nota
*          -1826 (?)
†          -1889
1.4.3.1.4 – CÂNDIDO JOSÉ CARDOZO Nota
*          -1828
† 30-01-1877 – Rio de Janeiro
Manoel José (1.4.3.1.3), Deputado Provincial, casou com Francisca Mariana dos Santos; filhos: Francisco José dos Santos Cardozo, e em segundas núpcias, com Maria Delfina da Cunha, gerando Propícia Eugênia Cardozo. 1.4.3.1.5 – JOSÉ FRANCISCO CARDOZO Nota
*          -1830
† 10-02-1885 – Corte Imperial, RJ
1.4.3.1.6 – FELIPPE JOSÉ CARDOZO – Maj. Nota
* 23-10-1832 – Rio de Janeiro
Cândido José (1.4.3.1.4) médico e negociante, casou com Maria Madalena de Paula e Silva; filhos: Francisco Cândido Cardozo (Adv). † 18-04-1913 – Rio de Janeiro
1.4.3.1.7 – JOÃO JOSÉ CARDOZO D
*          -1836 (?)
José Francisco (1.4.3.1.5) Advogado, Presidente da Província do Paraná (1859-1861), casou com Clara Cândida de Figueiredo; filhos: José de Figueiredo Cardozo. †          -1861 – Itú (SP)
1.4.3.1.8 – LUIZ JOSÉ CARDOZO – Ten. D
*
Felippe (1.4.3.1.7) casou com Carolina Francisca de Figueiredo – Cardozo, filha de João Antônio de Figueiredo e de Clara Cândida Alves de Figueiredo; filhos: Francisco, Elvira e Olívia (*24-04-1872, Niterói, RJ) de Figueiredo Cardozo. 1.4.3.1.9 – CÂNDIDA AMÉLIA CARDOZO Nota
*          -1840
† 19-02-1919 – Rio de Janeiro
Cândida Amélia (1.4.3.1.9) casou com Simeão Estelita de Paula e Silva; filhos falecidos impúberes.
FONTE: 4 (Colaborou Gustavo Alves Cardoso Moreira) * FRANCISCO JOSÉ CARDOZO JÚNIOR – Mar. 01.04 .03.01.02
 LUIZA THEODORA DA SILVA (TORRES E ALVIM) – CARDOZO 1º Mat
Luiza Theodora, natural do Rio de Janeiro, falecida em 03-06-1875, aos 41 anos, filha do Visconde de Jerumirim.
1.4.3.1.2.1 – PROPÍCIA CARDOZO Nota
Propicia (1.4.3.1.2.1), casada com Fellippe Basílio Cardozo Pires (In 1.4.3.1.1), passando assinar-se Propícia Cardozo Pires. *          -1854
†          -1889
1.4.3.1.2.2 – FRANCISCA CÂNDIDA CARDOZO Nota
Francisca (1.4.3.1.2.2) passando assinar-se Francisca Cândida Cardozo – Xavier ao casar com Antônio Franacisco Xavier; filhos: Francisca Xavier (casada em 12-04-1902, Rio de Janeiro, com Edgard de Gusmão Mello Rego), Francisco de Paula Xavier (casado em 11-03-1905, Rio de Janeiro, com Almerinda Christina Ferenandes). *          -1857 – Rio de Janeiro
† 21-06-1929 – Rio de Janeiro
Consta que Francisco José Cardozo Junior tenha cursado a antiga Academia Militar e bacharelou-se em Ciências Matemáticas. Foi deputado provincial em Minas Gerais em 1852. Na Província do Rio de Janeiro, em 1859 foi nomeado engenheiro ajudante do Diretor de Obras Públicas, com atuação na Câmara da vila de São Francisco Xavier de Itaguaí. Participou da Guerra do Paraguai, tendo sido secretário do Marechal Marques de Caxias. Foi presidente da Província do Sergipe entre 1869 a 1871. Também o Mato Grosso, durante sua reconstrução após a Guerra do Paraguai, experimentou sua bondade e energia, com profundo senso sistematizador, isso foi entre 1871 a 1872. Foi deputado geral pela Província do Rio de Janeiro pelo Partido Conservador. Quando da Proclamação da República era comandante do 5º Distrito Militar de Curitiba, tendo assumido o Governo do Paraná em 1889. Reformado em 1890 no posto de Brigadeiro, foi graduado Marechal de Campo em 1898, por ato do vice-presidente Floriano Peixoto. Durante a Revolução Federalista (1893-1894) foi envolvido na trama de Gumercindo Saraiva, ainda que simpatizasse ao governo legal de Floriano Peixoto, exercendo o governo revolucionário do Paraná em 1894. Uma vida pública muito intensa, faleceu em 21-09-1917, no Rio de Janeiro, ocupando o cargo de Diretor da Biblioteca do Exército. A data e local do nascimento é questão controversa, sendo provável a informada pelo Historiador Epifânio da Fonseca Dória, quando diz nasceu em 06-03-1826, Santa Cruz, Rio de Janeiro. (Fonte: Governo do Estado do Paraná – Casa Civil.
FONTE: 4 (Colaborou Gustavo Alves Cardoso Moreira) * FRANCISCO JOSÉ CARDOZO JÚNIOR – Mar. 01.04 .03.01.02
  PRAXEDES CHRISTINA DE FREITAS 2º Mat
Praxedes (Prachedes), natural do Rio de Janeiro, onde faleceu aos 28 anos, em abril de1892.
Américo (1.4.3.1.2.3), Contra-almirante, casou com Alice de Andrade Pinto do Rego Monteiro, sem geração. Consta ainda que antes tivera com Ernestina Bastos os filhos: Maria Salomé Cardozo (*12-08-1896, Rio de Janeiro, †15-03-1975, Campo Grande) e Renato José Cardozo (*11-12-1899, Rio de Janeiro, †13-06-1923, aos 23 anos). 1.4.3.1.2.3 – AMÉRICO JOSÉ CARDOZO Nota
* 10-11-1877 – Rio de Janeiro
† 20-03-1953 – Rio de Janeiro
1.4.3.1.2.4 – DELMINDA CÂNDIDA CARDOZO S
 *         -1884
† 22-03-1958 – Rio de Janeiro
1.4.3.1.2.5 – DALVA CARDOZO Nota
Dalva (1.4.3.1.2.5) casou com Paulo Fernandes Moreira (*1885, †1926) passando assinar-se Dalva Cardozo – Moreira; filhos: Francisco (*13-03-1905, R Janeiro; †1963), Estevão (†11-07-1977, R Janeiro), Antônio (*01-02-1908, impúbere), Cézar e Dalva Fernandes Moreira (†30-11-81, R Janeiro), Emmanuel Cardozo Moreira  (*16-08-1914, R Janeiro; †2005), Helena (†26-10-18), Sebastião Wilson (*23-11-1918, R Janeiro, †21-09-1976. Ribeirão Preto), Moacyr (†1993), João Batista (†13-11-2001, R Janeiro) e Maria Coeli  Fernandes Moreira (†1927). *          -1889
† 15-06-1985 – Rio de Janeiro
Gustavo Alves Cardoso Moreira, colaborador desta genealogia, neto de Emmanuel Cardoso Moreira; é o autor de “Uma Família no Império do Brasil: Os Cardoso de Itaguaí (um Estudo sobre Economia e Poder)”, dissertação apresentada no Curso de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense em 12-12-2005.
FONTE: 4 (Colaborou Gustavo Alves Cardoso Moreira) * FRANCISCO JOSÉ CARDOZO JÚNIOR – Mar. 01.04.03.01.02
  MATHILDE CHRISTOVAM (DA SILVA) – CARDOZO 3º Mat
Francisco José, consta que após viuvar, antes de constituir família com Mathilde Christovam, houve como filha natural Alina Cardozo (*05-02-1885, R Janeiro, †22-09-1956, solteira) de mãe Honorata da Conceição Menezes. Para fins de codificação, Alina: 1.4.3.1.2.6. └ 07-12-1889 – Curitiba
1.4.3.1.2.7 – FRANCISCO CRISTOVAM CARDOZO D
* 15-09-1890 – Curitiba
1.4.3.1.2.8 – RENATO D
Mathilde, natural de Antonina, Paraná, filha de João Christovam da Silva e de Escolástica Christovam – da Silva. *
1.4.3.1.2.9 – ARGENTINA D
*
1.4.3.1.2.10- HILDA D
* 03-03-1897 – Curitiba
João Christovam (1.4.3.1.2.11) casou com Nilcéa Mattoso Silva – Cardoso; filhos: são 4, não identificados. 1.4.3.1.2.11- JOÃO CHRISTOVAM CARDOZO Nota
*          -1903 – Rio de Janeiro
† 18-09-1980 –
Fonte 4 [Acompanha Famílias Portuguesas nas Missões: os Cavalheiro do Amaral, in blog Antigualhas, versão 2016]. * MANOEL CAVALLEIRO (DO AMARAL) LEITÃO – CAP 01.04.04
   MATHILDES DO AMARAL GURGEL (ANNES) – FONTOURA
└ 23-04-1796 – Lages, SC
Mathildes do Amaral Gurgel Fontoura, ao casar (*30-07-1782, Lages – batismo) filha de José do Amaral Gurgel Annes e de Maria (da Anunciação) de Jesus do Nascimento Marques.
1.4.4.1 – IGNÁCIO CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA D
* Fonte Secundária
Inocência (1.4.4.2) casou em 26-11-1817, Lages, com Francisco Luiz Ignácio Carneiro; filhos: João Francisco e Manoel Luiz Carneiro, Joaquim Carneiro do Amaral, Cyro Luiz Carneiro. 1.4.4.2 – INOCÊNCIA MARIA CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA Nota
* 17-11-1799 – Lages, SC (batismo) Fonte Secundária
1.4.4.3 – JOSÉ CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA 8 01.04.04.03
* 17-11-1799 – Lages, SC (batismo)
†        -1858 (ou antes)
Antônio (1.4.4.4) casou 24-11-1854, São Borja, com Delfina Rosa Vaz Torres (*02-11-1809, † 24-01-1890, São Miguel das Missões), Sem geração. Menciona ainda o citado blog: “Antônio Cavalheiro do Amaral reconheceu por escritura pública, em Cruz Alta, os 3 filhos (abaixo relacionados) que teve com Rosaura Maria de Siqueira, nascida em Vacaria, a qual teve seu inventário autuado em 1879, Santo Ângelo/RS …”; filhos: Luiz Cavalheiro do Amaral Fontoura, Alferes, (*06-09-1837, Lages), Matilde Cavalheiro do Amaral Fontoura (*1842, Lages) e Maria Antônia Cavalheiro do Amaral. 1.4.4.4 – ANTÔNIO CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA Nota
* 27-09-1801 – Lages, SC (batismo)
† 24-10-1890 – São Miguel das Missões
1.4.4.5 – GENOVEVA RAQUEL DO AMARAL D
*
1.4.4.6 – MANOEL CAVALHEIRO DO AMARAL LEITÃO FILHO D
*
1.4.4.7 – RITTA LOURENÇA DO AMARAL D
*
1.4.4.8 – FRANCISCO ANTÔNIO CAVALHEIRO D
* 16-02-1812 – Lages, SC (batismo)
João (1.4.4.9) casou com Felicidade Alves da Silva; filhos: Guilherme Cavalheiro do Amaral (*1837, São Luiz Gonzaga, † 29-11-1907, 68 anos, 3º distrito Santo Ângelo). 1.4.4.9 – JOÃO CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA Nota
*
1.4.4.10- MARIA JOSEFA DO AMARAL Nota
Maria Josefa (1.4.4.10) com Manuel Muniz de Moura; filhos: Ana Muniz do Amaral e Antônio Cavalheiro do Amaral (Muniz). * 25-12-1813 – Lages, SC (batismo)
1.4.4.11- CLEMENTINO CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.4.12- MARIA DA GLÓRIA CAVALHEIRO D
*
Fonte 4 [Acompanha Famílias Portuguesas nas Missões: os Cavalheiro do Amaral, in blog Antigualhas, versão 2016]. * JOSÉ CAVLHEIRO DO AMARAL FONTOURA 01.04 .04.03
  EUFRAZIA MARIA DE OLIVEIRA
└ 03-05-1831 – São Gabriel
Eufrazia Maria, * Triunfo, †21-03-1891, São Miguel das Missões, RS, já viúva de Ignácio Alves da Silva.
1.4.4.3.1 – MANOEL CAVALHEIRO DO AMARAL – Cap. D, Nota
Manoel (1.4.4.3.1), capitão da Guarda Nacional do Alegrete. *
Joaquim (1.4.4.3.2) casou com Amantina Maria – do Amaral Fontoura; filhos: Agostinho do Amaral Fontoura (*02-05-1875, São Borja, RS). 1.4.4.3.2 – JOAQUM CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA Nota
* Fonte Secundária
† 14-11-1875 – Santiago ou São Luiz Gonzaga, RS
Maria das Mercez (1.4.4.3.3) casou em 10-10-1856, São Gabriel, com João Xavier Pestana (Alf.), natural do Rio de Janeiro, Filho de Francisco Xavier Pestana e de Dionísia Roza Pestana. 1.4.4.3.3 – MARIA DAS MERCEZ DO AMARAL FONTOURA Nota
* 27-09-1837 – São Gabriel
1.4.4.3.4 – GUILHERME CAVALHEIRO DO AMARAL FONTOURA D
*
FONTE 4: Genealogia Brasileira.com/ títulos perdidos “Oliveiras Leitões”.   BENTO GURGEL RIBEIRO DO AMARAL 01.04 .09
* GENOVEVA RACHEL (MARIA LEITE) DA FONTOURA
Bento Gurgel Ribeiro do Amaral, depois Bento do Amaral Gurgel Annes, Capitão-mor de Lages (*1730, São Paulo, †1812, S Paulo), já viúvo de Maria Catarina Soares de Jesus Fragoso e filho de José dos Reis ou Gonçalves Ribeiro e de Isidora Godoy do Amaral Gurgel. └ 04-09-1796 – Lages, SC
1.4.9.1 – UBALDINO AMARAL GURGEL FONTOURA Nota
*
1.4.9.2 – MARIA NARCISA CÂNDIDA AMARAL GURGEL FONTOURA Nota
Ubaldino (1.4.9.1), considerando o que informa o site do Senado, em algumas descrições genealógicas é confundido com Ubaldino do Amaral Fontoura ( 1.4.9.7.1). *
1.4.9.3 – BENTO JOSÉ DO AMARAL FONTOURA 01.04.09.03
*            1796 – Lages, SC Fonte Secundária
Maria Narcisa (1.4.9.2), casada; filhos: Eugênia Lopes de Oliveira Prestes. †  29-10-1823 – Porto Alegre
1.4.9.4 – JOSÉ BARRETO DO AMARAL Nota
José (1.4.9.4) casou em 1815 com Bernardina Joaquina (de Carvalho) – Barreto do Aamaral, irmã de Balbina Josefa de Carvalho (01.04.09.03). *           1799 – Lages, SC
1.4.9.5 – EMÍLIA DO AMARAL FONTOURA Nota
Emília (1.4.9.5) casou em 1815 com José Joaquim de Oliveira; sem geração. *           1800 – Lages -SC
1.4.9.6 – FRANCISCO DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA 01.04.09.06
* 03-10-1801 – Lages, SC
† 31-01-1878 – Piracicaba, SP
Maria das Dores (1.4.9.7) ou Raquel, casou 1817 com Antônio José do Amaral, descendência desconhecida 1.4.9.7 – MARIA DAS DORES OU RAQUEL DA FONTOURA Nota
*          1802 – Lages -SC
FONTE: 4 * BENTO JOSÉ DO AMARAL FONTOURA 01.04.09.03
Balbina Josefa, irmã de Bernardina Joaquina de Carvalho (In 1.4.9.4).  BALBINA JOSEFA DE CARVALHO
└ 1815
Maria José (1.4.9.3.1) casou, em primeiras núpcias, em 16-12-1838, Porto Alegre, com José Dias da Costa Júnior (*Porto, Portugal), filho de João da Costa Dias e de Rosa da Silva; filhos: Maria Fontoura da Costa (*09-06-1840, P Alegre). Em segundas núpcias, casou com José Luiz Barboza, filho de Luiz José Barboza e de Maria Micaela Barboza; filhos: José Fontoura Barboza (* 03-10-1842, P Alegre), Júlia Fontoura Barboza (*07-12-1843) e Antônio Barboza (*25-11-1845, P Alegre). 1.4.9.3.1 – MARIA JOSÉ DO AMARAL FONTOURA Nota
* Fonte Secundária
FONTE 4. * FRANCISCO DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA 01.04 .09.06
   GERTRUDES DE ALMEIDA PILLAR DO AMARAL
Gertrudes (*Curitiba, †1846, Cruz Alta, RS), filha de Vidal José do Pillar e de Gertrudes Batista de Almeida. └ 1782 ou 1796
1.4.9.6.1 – UBALDINO DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA 01.04.09.06.01
* 27-08-1842 – Lapa, PR Fonte Secundária
† 22-01-1920 – Rio de Janeiro
Maria (1.4.9.6.2), vide 1.4.9.6.10, abaixo. 1.4.9.6.2 – MARIA DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA D
* 23-04-1844 – Lapa, PR Fonte Secundária
1.4.9.6.3 – RIZOLETA DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA D
* 26-10-1846 – Lapa, PR Fonte Secundária
Narciza (1.4.9.6.4) casou em 26-12-1868, Sorocaba, com Francisco Lopes de Oliveira, filho de Manuel Lopes de Oliveira e Maria Joaquina de Oliveira. 1.4.9.6.4 – NARCIZA CÂNDIDA DO AMARAL FONTOURA Nota
* 31-10-1851 – Lapa, PR Fonte Secundária
1.4.9.6.5 – BENTO BARRETO DO AMARAL FONTOURA Nota
Bento (1.4.9.6.5) casou em 14-05-1859, Sorocaba, com Celestina Bernardis de Sena (*Bragnça, SP), filha de Bernardino José de Sena e de Ignácia Leandrina de Sena. *                  – Vila Príncipe, PR Fonte Secundária
1.4.9.6.6 – FRANCISCA DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA 8 Nota
*                  – Rio Negro, SP
Francisca (1.4.9.1.6.6) casou em 02-10-1855, Sorocaba, com João Alves Rodrigues, filho de Joaquim Rodrigues Leite e Bernarda Álvares de Araújo.
1.4.9.6.7 – JORGE FONTOURA D
* 13-08-1860 – São Paulo (batismo) Fonte Secundária
Adelaide Amália (1.4.9.6.8) casou em 21-07-1855, Sorocaba, com José de Paula Silva (*Sorocaba), filho de Francisco de Paula Silva e de Maria do Carmo Ayres. 1.4.9.6.8 – ADELAIDE AMÁLIA DO AMARAL Nota
* Fonte Secundária
1.4.9.6.9 – GENOVEVA RAQUEL DO AMARAL Nota
Genoveva (1.4.9.6.9) casou em 24-07-1855, Sorocaba, com José Manoel de França Filho, filho de Manoel José de França e de Izabel Maria de Oliveira. *                   – Cruz Alta, RS Fonte Secundária
1.4.9.6.10- MARIA DAS DORES DO AMARAL FONTOURA Nota
* Fonte Secundária. Questão
Maria das Dores (1.4.9.6.10) : É provável que este componente seja o mesmo descrito em 1.4.9.6.2. Maria das Dores casou, em primeiras núpcias, em 26-05-1864, S. Paulo, com João Maria de Azevedo Segurado, filho de José Gomes Segurado e de Anna Benedita Azevedo Segurado; filhos: Maria Eliza Azevedo Segurado (*31-10-1871, S. Paulo); Maria das Dores, após casou em 24-05-1874, S. Paulo, com Manoel Eufrázio de Azevedo Marques; filhos deste casal: Branca do Amaral Marques (28-10-1874, S. Paulo, batismo).
FONTE 4: Genealogia Brasileira.com/ títulos perdidos “Oliveiras Leitões”. * UBALDINO DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA 01.04.09.06.01
 ROSA CÂNDIDA DE OLIVEIRA (BARROS) – AMARAL
Rosa Cândida: natural de Sorocaba,  já viúva de Antônio de Oliveira Mattos, filha de Joaquim José de Oliveira (Ten.-Cel.) e de Maria Cândida (*Sorocaba). └ 22-05-1869 – Sorocaba
1.4.9.6.1.1 – JOAQUIM DO AMARAL FONTOURA Nota
*        -1871 Fonte Secundária
Joaquim (1.4.9.6.1.1) casou em 05-01-1911, Rio de Janeiro, com Branca do Amaral Marques (in 1.4.9.6.10); em segundas núpcias, casou em 08-06-1929, Rio de Janeiro, com Maria Elisa Machado, filha de Manoel Joaquim do Nascimento Machado e de Maria Isabel Machado. Filhos do 1º Matrimônio: 1) Afro do Amaral Fontoura, que casou em 22-03-1939, Rio de Janeiro, com Maria Emília Ferreira, filha de Antônio Lourenço Ferreira e de Maria Rodrigues de Almeida; 2) Sylvia do Amaral Fontoura, que casou em 31-05-1946, Rio de Janeiro com Arésio Barroso Lintz, filho de Justino Aureliano Barroso Lintz e de Arminda Mascarenhas Barroso Lintz. 1.4.9.6.1.2 – LETÍCIA DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.3 – FRANCISCO DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.4 – AFRA DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.5 – IZAURA DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.6 – ALDA DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.7 – UBALDINO DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.8 – NUNO DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.9 – DÉCIO DO AMARAL FONTOURA D
*
1.4.9.6.1.10- GLÓRIA DO AMARAL FONTOURA D
* Fonte Secundária
Tilda (1.4.9.6.1.11) casou em 04-05-1904, Rio de Janeiro, com Antônio Benedicto dos Santos Malheiro Junior, filho de Antonio Benedicto dos Santos Malheiro e de Maria Malheiro. 1.4.9.6.1.11- TILDA DO AMARAL FONTOURA Nota
*        -1884 Fonte Secundária
UBALDINO DAS CHAGAS DO AMARAL FONTOURA,
bacharel em Direito no ano de 1867
pela Faculdade de Direito de São Paulo.
Fixou-se profissionalmente em Sorocaba e depois no Rio de Janeiro,
defendendo a implantação da Estrada de Ferro Sorocabana.
De notória intelectualidade, foi escritor, orador, professor, jurista e político admirado.
Entre muitos cargos na função pública, foi presidente do Banco do Brasil,
Senador,
Ministro do Supremo Tribunal Federal e
Governador do Distrito Federal (RJ) de 1897-98.
Como diplomata, foi Embaixador do Brasil à Corte permanente de arbitramento do Tribunal de Haia. Em Curitiba, bairro Alto da Glória, a Rua Ubaldino do Amaral
homenageia o Senador pelo Paraná (1891-1894).
[Fonte Wikipedia].
FONTE: 5 e 4. * JOAQUIM JOSÉ DA SILVA 01.04.12
Joaquim José, Questão.   MARIA DAS DORES DE JESUS FONTOURA
Maria das Dores ao falecer, já viúva, era “Irmã do Senhor dos Passos” em cuja igreja testamentou o desejo de ali ser enterrada. └ Cachoeira do Sul
1.4.12.1 – JOAQUINA CÂNDIDA DA FONTOURA E SILVA D
*          -1805
1.4.12.2 – FRANCISCA DE PAULA DA FONTOURA E SILVA D
Maria da Luz (1.4.12.3) casou com Joaquim Eugênio da Costa – Maj., filho de Antônio José da Costa e de Maria Ignácia Antônia da Costa; filhos: Josefina da Costa (*27-03-1832, R Pardo). Questão *          -1807
1.4.12.3 – MARIA DA LUZ DA FONTOURA E SILVA Nota
*
Carolina Alexandrina (1.4.12.4) casou com Manoel Gutierrez Alexandrino -Cap. Em 1844 residiam no Alegrete. 1.4.12.4 – CAROLINA ALEXANDRINA DA FONTOURA E SILVA Nota
*
FONTE: 5 e 4.   NICOLAU IGNÁCIO DA SILVEIRA 01.06
Nicolau Ignácio, Porta-estandarte, * 06-12-1754, Rio Grande (RS), onde faleceu em 1823, filho do Cap. Matheus Ignácio da Silveira (Ilha do Faial) e de Maria Antônia da Silveira (Ilha do Faial). neto paterno de Miguel Corrêa da Silveira e Maria Jacinta, neto materno de Antônio Furtado de Mendonza e Izabel Francisca da Silveira. Fonte Primária. * ENGRÁCIA RAQUEL PEREIRA PINTO
└ 07-01-1772 – Rio Pardo
1.6.1 – MANOEL IGNÁCIO BARRETO PEREIRA PINTO Nota
* 10-01-1773 – Porto Alegre (batismo) Fonte Secundária
†          -1830
1.6.2 – HELENA MÁXIMA PEREIRA PINTO (SOBRINHA) 01.06.02
Manoel Ignácio (1.6.1) casou em 17-12-1800, Rio Pardo, com Maria Josepha (Silveira) – Barreto Pereira Pinto (poetisa), nascida em 1775 (ou 1788), Porto Alegre, e falecida em 09-11-1837 (numa P Alegre sitiada pelos Farrapos), filha ilegítima de Ana Mathildes da Silveira, sendo adotiva de Teodózio Rodrigues de Carvalho e sua esposa Maria Josepha Joaquina da Conceição; filhos: Maria Josepha, José Joaquim (1802) e Engrácia Maria (1804) Barreto Pereira. Na Revolução Farroupilha, uma ardorosa legalista imperial, Maria Josepha além de poetisa era professora e escritora; uma pioneira entre as mulheres jornalistas brasileiras, foi diretora de um periódico que circulou em Porto Alegre entre 1833 e 1834. Como professora, lecionou Latim Geografia e Filosofia em escola fundada por ela na rua Santa Catarina (atual Dr. Flores). Manoel Ignácio foi o primeiro carcereiro do presídio de Porto Alegre. (Fonte: “A Gaúcha Maria Josefa” de Roberto Rossi Jung, Martins Livreiro Editor, P Alegre 2004). * 11-03-1774 – Rio Pardo (batismo)
† 05-08-1805 – Triunfo
1.6.3 – FRANCISCA MARGARIDA PEREIRA PINTO Nota
* 19-08-1776 – Rio Pardo (batismo)
† 04-08-1821 – Santa Maria
1.6.4 – ENGRÁCIA
*
Francisca Margarida (1.6.3) casou com Manoel Carneiro da Silva e Fontoura (7.4 – 1º Mat. deste); com geração.
FONTE: 5.   SEBASTIÃO JOSÉ DE OLIVEIRA – Cap. Dragões 01.06.02
Sebastião, já viúvo de Ignácia Maria Velloza da Fontoura (7). * HELENA MÁXIMA PEREIRA PINTO (SOBRINHA)
└ 04-09-1798 – Rio Pardo
Sebastião (1.6.2.1) casou em 1821 com Claudina Máxima; filhos: João (*1823) e Maria (*1825). 1.6.2.1 – SEBASTIÃO JOSÉ DE OLIVEIRA BARRETO Nota
* 07-11-1799 – Triunfo
Maria do Carmo (1.6.2.2) casou em 1830, Rio Pardo, com o Cap. Alberto José Centeno, já viúvo de Febrolina Márcia de Almeida e filho do Cap. Vitorino José Centeno e de Faustina Maria de Jesus, neto materno do Cap. Francisco Xavier de Azambuja e Rita Menezes; descendência desconhecida. 1.6.2.2 – MARIA DO CARMO DE OLIVEIRA Nota
*          -1800 – Rio Pardo
1.6.2.3 – MARIA JOAQUINA D
*          -1801
1.6.2.4 – JOÃO JOSÉ DE OLIVEIRA S
* 11-02-1802 – Triunfo
†         -1850
Engrácia (1.6.2.5) casou com João José dos Santos Lima; descendência desconhecida. 1.6.2.5 – ENGRÁCIA DE OLIVEIRA Nota
* 16-12-1804 – Triunfo
†         -1845
FONTE: 5, 8 e 4. * FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO FILHO – Ten.-Cel. 01.09
Eulália nasceu em 11-12-1755, Rio Grande, faleceu em 29-04-1822, P Alegre, filha do Cap. Manoel Pereira Roriz e de Brígida Antônia de Oliveira.
Segundo Genealogia Rio-GFrandense (Fonte 5), consta que o casamento se dera em 29-07-1778, P Alegre, e as benções matrimoniais foram dadas em 12-08-1778, Viamão. Porém, conforme pesquisa em setembro-2018, o casamento ocorreu na igreja Madre de Deus, P Alegre, em 14-12-1779.
   EULÁLIA JOAQUINA DE OLIVEIRA
└ 29-07-1778 – Porto Alegre (Fonte Primária)
1.9.1 – FRANCISCA JOAQUINA PEREIRA PINTO 01.09.01
* 14-05-1779 – Porto Alegre
† 16-05-1851 – Porto Alegre
1.9.2 – SEBASTIÃO BARRETO PEREIRA PINTO – Mar. 01.09.02
* 14-09-1780 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 22-12-1841 – Porto Alegre
Francisco (1.9.3) casou com Francisca Urbana da Fontoura (6.2.2), onde consta a descendência. 1.9.3 – FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO NETO – Cel. Nota
*          -1782 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 27-06-1825 – Porto Alegre
1.9.4 – RITA CÂNDIDA PEREIRA PINTO 01.09.04
*          -1784 – Rio Pardo
Manoel (1.9.5) casou com Joaquina Leocádia de Azambuja (6.1.13), onde consta a descendência. 1.9.5 – MANOEL BARRETO PEREIRA PINTO – Cel. Nota
*          -1786 – Pelotas Fonte Secundária
† 20-02-1842 – Porto Alegre
Tristão (1.9.6) casou com Thereza Clementina Carneiro da Fontoura (10.9), onde consta a descendência. Antes porém, segundo a Genealogia Rio-Grandense, o Maj. Tristão teve uma filha com Eufrázia Maria: Carlota Clementina Barreto, legitimada (?), contrariando declaração em testamento. Esta casou em 1831 com Evaristo Rodrigues Santos. 1.9.6 – TRISTÃO BARRETO PEREIRA PINTO – Major Nota
*          -1790 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 09-05-1882 – Porto Alegre
1.9.7 – ENGRÁCIA RAQUEL PEREIRA PINTO [Sobrinha] 01.09.07
*          -1792 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 20-02-1845 – Porto Alegre
1.9.8 – EULÁLIA JOAQUINA PEREIRA PINTO Nota
* 19-12-1792 – Rio Pardo Fonte Secundária; Questão
Eulália Joaquina (1.9.8) casou em 11-04-1820, P Alegre, com o Cap. Joaquim Felix da Fonseca, filho de Joaquim Félix da Fonseca (Manso) e de Joana Maria de Assumpção. Questão † 09-12-1828 – Porto Alegre
1.9.9 – MARIA EULÁLIA BARRETO PEREIRA PINTO Nota
* 31-12-1793 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 21-09-1880 – Porto Alegre
Maria Eulália (1.9.9) casou em 24-01-1824, Porto Alegre, com Domingos Alves Leite, filho de Domingos Leite de Oliveira e de Gertrudes Maria de Oliveira; filhos:
Domingos Alves Barreto Leite – Gen. (Vide 10.09.09), Francisco de Paula Barreto Leite (*1829, †08-05-1878), Gertrudes Joaquina Barreto Leite (*19-06-1873, Porto Alegre), João Batista Barreto Leite (*27-10-1876, P Alegre). Este já falecido em 1880, cassou com Maria Eulália Barreto Leite. Francisco de Paula casou em 02-05-1857, P. Alegre, com Maria Carlota Resende, descendendo Francisco Resende Leite (*27-02-1858, P Alegre), Fábio de Paula Barreto Leite (*26-01-1862, P Alegre), consta ainda um segundo matrimônio em 13-05-1869, Porto Alegre, com Margarida de Christina Valdez, descendendo: Maria de Paula Barreto Leite (*03-02-1873, P Alegre, †04-02-1873, P Alegre), Balbina de Paula Barreto Leite (*19-06-1876, P Alegre).
1.9.10- BRÍGIDA ALEXANDRINA PEREIRA PINTO 01.09.10
*          -1797 – Rio Pardo
1.9.11- CÂNDIDA I
*          -1801 – Porto Alegre Fonte Secundária
†          -1801 – Porto Alegre
FONTE: 5, 4 e 8.    JOAQUIM FÉLIX DA FONSECA MANSO – Brigº 01.09.01
* FRANCISCA JOAQUINA PEREIRA PINTO 1º MAT
Joaquim Félix, natural do Santíssimo Sacramento da cidade de Lisboa e falecido no Rio de Janeiro em 12-05-1814, filho de Francisco Antônio da Fonseca e de Joana Joaquina Vieira da Silva. Veio para o Brasil, o Geógrafo e Matemático Joaquim Félix, em decorrência da demarcação da fronteira no Sul. Atuou, em 1783, em S. Nicolau, juntamente com João Propício de Figueiredo Menna Barreto (1.14.2) e João José da Fontoura Palmeiro (3.9.3) e com João de Deus Menna Barreto (1.14) em São Gabriel. └ 16-10-1804 – Porto Alegre
1.9.1.1 – FRANCISCO FÉLIX DA FONSECA PEREIRA PINTO – Mar. Nota
* 21-09-1805 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 28-11-1867 – Rio de Janeiro
1.9.1.2 – JOAQUIM FÉLIX DA FONSECA [I] – Cap. Nota
* 12-10-1806 – Porto Alegre Fonte Secundária; Questão
1.9.1.3 – JOSÉ D
* 17-05-1808 – Porto Alegre Fonte Secundária
Francisco Félix (1.9.1.1) casou em 1843, R. Pardo, com Ritta Ourique Jaques (*1825, R. Pardo †25-07-1892, R. Janeiro), filha de José Antônio Jaques (S. Catarina) e de Felicidade dos Santos Álvares Ourique, neta paterna de João Guilherme Jaques (*França) e de Anna Joaquina do Rosário S Catarina), neta materna de Josefa Maria (*R Pardo); filhos: Luiza Anselmo [segundo César Auto Coelho Nogueira Machado – colaborador – e não Anselma como constava até a Edição de 2015], João Carlos e Germana Ritta Pereira Pinto. João da Fonseca Pereira Pinto e Francisco Felix da Fonseca Pereira Pinto [II] (*06-11-1843, P Alegre). Ritta, após viuvar, casou com Francisco Pereira Pinto – Barão de Ivinhema – tornando-se baronesa do mesmo título, passou assinar-se Ritta Jaques Pereira Pinto. Deste 2º matrimônio descende Luiz Pereira Pinto. 1.9.1.4 – JOÃO FÉLIX DA FONSECA PEREIRA PINTO – Cel. Nota
* 21-07-1812 – Porto Alegre Fonte Primária;Questão
† 08-01-1867 – Porto Alegre
1.9.1.5 – MARIA BENEDITA DA FONSECA PEREIRA PINTO S
*          -1813
†          -1838

Vide Questão, envolvendo o nome Joaquim Félix da Fonseca (Manso) – este filho Joaquim Felix da Fonseca e de Joana Maria de Assumpção), que após viuvar de Eulália Joaquina Pereira Pinto († 1828) casou em 16-09-1832, Porto Alegre, com Eulália Alexandrina de Oliveira, filha do Cap. José Alexandre de Oliveira e de Eufrázia Maria da Conceição, descendendo: Joaquim Félix da Fonseca (*30-09-1833, P Alegre), (…) da Fonseca Manso (04-01-1836, P. Alegre), Flora Eulália Oliveira da Fonseca (19-04-1841, P Alegre), Maria Cândida da Fonseca (*29-08-1842, P. Alegre), Félix da Fonseca Manso (*06-07-1844, P Alegre), Maria da Fonseca Manso (*24-02-1846, P Alegre) e Maria do Carmo da Fonseca (*29-09-1850, P Alegre).

Joaquim Félix (1.9.1.2) – Vide Questão, onde na Edição 2019 corrigiu-se a descendência deste componente que até então era confundida com a de Joaquim Félix da Fonseca, filho de Eulália Alexandrina de Oliveira e de Joaquim Félix da Fonseca Manso (2º matrimônio deste). Não se tendo achado assentamentos de casamento ou de batismo de seus filhos passou a ser considerada “descendência desconhecida”.
João Félix (1.9.1.4) casou em 09-04-1842, Porto Alegre, com Joaquina Raquel Pereira (Neves) – Pinto (1.9.7.6) e em segundas núpcias, casou em 1860 com Rita Joaquina Jaques Pires; filhos: Maria Benedita (*11-02-1843, P Alegre), Conrado Constantino (*28-11-1847, P Alegre), Augusto e Luiz Paulino (*03-12-1853, P Alegre) Pereira Pinto, do 1º matrimônio, e João, Mário (*30-01-1864, P Alegre) e Francisca (*24-06-1866, P Alegre) da Fonseca Pereira Pinto, do segundo matrimônio. Rita, após, casou-se com Manoel Joaquim Carvalho de Souza.
FONTE: 5.    MANOEL JOSÉ XAVIER PALMEIRIM – Brigº 01.09.01
* FRANCISCA JOAQUINA PEREIRA PINTO 2º MAT
Manoel José, natural do Maranhão. └ 20-12-1817 – Rio de Janeiro
Luiza Eulália (1.9.1.6) casou em 1852, P. Alegre, com o Cap. Antônio Eduardo Martini (Montevidéu); geração desconhecida. 1.9.1.6 – LUIZA EULÁLIA XAVIER PALMEIRIM Nota
*                   – Maranhão
Paulina (1.9.1.7) casou em 31-10-1846, P. Alegre, com Francisco Coelho Barreto (1.9.7.5); sem geração provavelmente. 1.9.1.7 – PAULINA XAVIER PALMEIRIM Nota
*          -1823 – Maranhão
† 28-10-1847 – Porto Alegre
FONTE: 5, 6 e 8  * SEBASTIÃO BARRETO PEREIRA PINTO – Mar.-Campo 01.09.02
Mathilde Clara (*1787, †Rio Pardo, †12-03-1877, Porto Alegre, filha do Cap. Felisberto Pinto Bandeira e Ana Clara do Espírito Santo, neta paterna do Cel. Francisco Pinto Bandeira e Clara Maria de Oliveira.    MATHILDE CLARA DE OLIVEIRA BANDEIRA
└ 20-12-1817 – Rio de Janeiro
1.9.2.1 – SEBASTIÃO BARRETO PEREIRA PINTO FILHO – Cel. Nota
* 02-02-1808 – Rio Pardo Fonte Secundária
Sebastião (1.9.2.1); o Cel. Tatão Barreto casou em 23-02-1830, na freguesia de São Sebastião de Bagé, com assentamento em N Senhora Madre De Deus, Porto Alegre, com Rita Emília Rodrigues Barboza, filha de José Rodrigues Barboza e de Zeferina Joaquina Barboza; filhos: Zeferina (*25-07-1832, P. Alegre), Sebastião [Neto] (*02-08-1833, P. Alegre), Mathildes (*25-12-1934, P Alegre), Luiz Carlos (*06-04-1845, P Alegre), Josefina e Rita Barreto Pereira Pinto. † 19-06-1883 – Porto Alegre
1.9.2.2 – FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO SOBRINHO Nota
*           -1809 – Porto Alegre Fonte Secundária
†  08-01-1844 – Porto Alegre
1.9.2.3 – RITA CÂNDIDA DE OLIVEIRA BARRETO Nota
*           -1812 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 23-04-1862 – Porto Alegre
O Mar. Sebastião Barreto Pereira Pinto,
 Comendador Imperial da Ordem Militar de São Bento d’Avis,
Dignitário da Imperial Ordem Militar do Cruzeiro,
foi Presidente da Província de Minas Gerais em 1840.
Participou nas campanhas Cisplatinas de 1811 e 1812, 1816 a 1820 e ainda 1825 a 1828, sob o comando do General Visconde de Laguna.
Atuou também com distinção na conquista definitiva dos 7 Povos das Missões, em 1801, e na Revolução Farroupilha. (Vide nota  biográfica).
Francisco (1.9.2.2) casou em 31-07-1833, Porto Alegre, com Mariana Carolina da Fontoura Palmeiro (3.9.8), 1º matrimônio, onde consta a descendência.
Rita Cândida (1.9.2.3) casou em 1828, P. Alegre, com o Cel. Pedro Maria Xavier de Oliveira Meireles; filhos: Miguel e Idalina Barreto de Oliveira Meireles, Pedro, Sebastião Barreto de Oliveira Meireles, Antônio, Jacinta, Miquelina Barreto Meireles, Matilde Barreto Meireles, Luís, Francisco , Procópio Barreto Meireles.
FONTE: 5.    JOÃO FLORIANO DA COSTA – Ten 01.09.04
João Floriano, natural de Itu, São Paulo. * RITA CÂNDIDA PEREIRA PINTO
└ 16-09-1810 – Porto Alegre
João Feliciano (1.9.4.1) casou com Carolina Menna Barreto Albuquerque (1.14.8.1). 1.9.4.1 – JOÃO FELICIANO DA COSTA FERREIRA – Gen.-Brigº. Nota
* 18-07-1811 – Porto Alegre
1.9.4.2 – RITA D
* 11-08-1813 – Porto Alegre
1.9.4.3 – EULÁLIA D
*           -1817
FONTE: 5 e 10.    JOÃO COELHO DAS NEVES (NETO) – Cap. 01.09.07
João, natural do Rio de Janeiro, filho de Manoel Coelho de Miranda (*Bragança, Portugal) e Antônia Tereza de Jesus (*Rio de Janeiro), neto paterno de João Coelho das Neves. * ENGRÁCIA RAQUEL PEREIRA PINTO [Sobrinha]
└ 07-11-1806 – Rio Pardo
1.9.7.1 – EULÁLIA COELHO BARRETO S
* 16-09-1807 – Porto Alegre Fonte Secundária
João (1.9.7.2) casou em 26-11-1836, Porto Alegre, com Maria Joaquina de Oliveira Barreto (6.1.13.1), onde consta a geração. 1.9.7.2 – JOÃO COELHO BARRETO Nota
* 20-01-1809 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 11-01-1972 – Porto Alegre
1.9.7.3 – CATARINA COELHO BARRETO D
*
1.9.7.4 – MARIA ANGÉLICA COELHO BARRETO D
* 17-06-1810 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 23-12-1855 – Porto Alegre
Francisco (1.9.7.5) casou em 31-10-1846, P Alegre, primeiras núpcias, com Paulina Elália Xavier Palmeirim (1.9.1.7); sem geração provavelmente. Após, casou com Marcolina Cândida Cidade, com geração (01.09.07.05) adiante. 1.9.7.5 – FRANCISCO COELHO BARRETO  Nota, 01.09.07.05
* 07-07-1811 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 11-03-1870 – Porto Alegre
1.9.7.6 – JOAQUINA RAQUEL PEREIRA NEVES Nota
* 03-08-1813 – Porto Alegre Fonte Secundária
Joaquina (1.9.7.6) casou com João Félix da Fonseca Pereira Pinto (1.9.1.4), onde consta a geração. † 06-12-1854 – Porto Alegre
1.9.7.7 – SEBASTIÃO PEREIRA NEVES S
* 09-12-1814 – Porto Alegre
1.9.7.8 – MARIA D
* 21-10-1815 – Porto Alegre
Luiza Raquel (1.9.7.9) casou 17-08-1839, P Alegre, com Rafael Godinho Valdez e Costa (Major), filho de Jacintho Ignácio da Costa Baldez e de Maurícia Godinho de Oliveira Baldez; geração desconhecida. 1.9.7.9 – LUIZA RAQUEL PEREIRA NEVES Nota
* 01-05-1818 – Porto Alegre Fonte Secundária
1.9.7.10- RITA PEREIRA NEVES S
* 12-03-1821 – Porto Alegre
†        -1875 – Porto Alegre
FONTE: 5  ** FRANCISCO COELHO BARRETO 01.09.07.05
Francisco, já viúvo de Paulina Eulália Xavier Palmerim (1.9.1.7); sem geração provavelmente.   * MARCOLINA CÂNDIDA CIDADE 2º MAT
└ 05-06-1852 – Porto Alegre
Marcolina (In 6.1.3.11).
1.9.7.5.1 – JOÃO CIDADE BARRETO S
* 15-08-1853 – Porto Alegre Fonte Secundária
†                  – Porto Alegre
Adalgisa (1.9.7.5.2) casou com João Pedro de Abreu Filho; descendência desconhecida. 1.9.7.5.2 – ADALGISA COELHO BARRETO Nota
*
Arabela (1.9.7.5.3) casou com Clarimundo de Almeida Santos (Cel.); filhos: Cora, Ernani, Maria da Glória, Clarimundo Filho, Raquel, Olga, Gastão, Odil e Clóvis de Almeida Santos.
1.9.7.5.3 – ARABELA BARRETO Nota
*
Orozimbo (1.9.7.5.4) casou com Eliza Ribeiro; filhos: Antero, Fernando, Hugo, Edite e Geni Barreto. 1.9.7.5.4 – OROZIMBO COELHO BARRETO Nota
* 25-07-1867 – Porto Alegre (batismo) Fonte Secundária
Osvaldo (1.9.7.5.5) casou com Izolina Saldanha de Magalhães; geração desconhecida. 1.9.7.5.5 – OSVALDO COELHO BARRETO Nota
*                   – Porto Alegre
Rafaela (1.9.7.5.6) casou em 17-05-1890, Porto Alegre, com José Antônio da Cunha Guimarães (*Portugal): filhos: Artur, Carlos, José e Francisco. 1.9.7.5.6 – RAFAELA COELHO BARRETO Nota
* Fonte Secundária
1.9.7.5.7 – EDGARDO S
*
1.9.7.5.8 – MARCOLINO S
*
1.9.7.5.9 – FRANCISCO COELHO BARRETO [FILHO] S
* 25-07-1867 – Porto Alegre Fonte Secundária
FONTE: 5    JACINTO JOSÉ DE CASTRO – Sarg. Mor 01.09.10
Jacinto, natural de São Paulo, filho de José Alves de Castro e Rosa Maria de Morais, naturais de São Paulo. * BRÍGIDA ALEXANDRINA PEREIRA PINTO
└ 12-09-1813 – Porto Alegre
Eulália Alexandrina (1.9.10.1) casou em 1832, Triunfo, com o Cap. João Félix da Fonseca. Não confundir com o Cel. João Félix Pereira Pinto (1.9.1.4). Geração desconhecida. 1.9.10.1 – EULÁLIA ALEXANDRINA PEREIRA PINTO Nota
* 04-08-1814 – Porto Alegre
1.9.10.2 – JOÃO BARRETO DE CASTRO Nota
João Barreto (1.9.10.2) casou com Maria Leocádia Carneiro da Fontoura (10.2.8), onde consta a geração. * 18-01-1816 – Porto Alegre
1.9.10.3 – JACINTO D
* 02-08-1818 – Porto Alegre
1.9.10.4 – FRANCISCO DE CASTRO D
* 27-07-1824 – São Paulo Fonte Secundária
FONTE: 5 e 4    JOÃO PRESTES DE MELLO 01.11
* PROPÍCIA VELLOZA DA FONTOURA
João Prestes, natural de Lisboa, filho de Luiz Prestes de Mello e Jerônima Roza de Jesus. └ 06-10-1776 – Porto Alegre
1.11.1 – JOSÉ DE PAULA PRESTES DA FONTOURA – Cap. 01.11.01
*
† 04-01-1817 – Combate Catalã (Uruguai)
1.11.2 – JOÃO I
* 21-05-1778 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 10-04-1779 – Porto Alegre
1.11.3 – JOÃO PRESTES DA FONTOURA D
* 17-04-1780 – Porto Alegre Fonte Secundária
1.11.4 – FRANCISCO PRESTES DE PAULA BARRETO 01.11.04
*                  – São José do Rio de Janeiro
1.11.5 – PROPÍCIA D
*         -1806 – Rio de Janeiro
FONTE: 5 e 6. ** JOSÉ DE PAULA PRESTES DA FONTOURA – Cap. 01.11.01
  * MARIA PULCRA DE FIGUEIREDO MENNA
Maria Pulcra: 1.14.9. └ 06-05-1815 – Porto Alegre
1.11.1.1 – PROPÍCIA MENNA BARRETO PRESTES DA FONTOURA 01.11.01.01
* 12-03-1816 – Rio Pardo Fonte Secundária
FONTE: 5 e 6.    ANTÔNIO PRUDENTE DA FONSECA – Ten.-Cel. 01.11.01.01
Antônio, nasceu em 1821, Rio Pardo, faleceu em 12-04-1867, em Serrito, na Campanha do Paraguai; filho de João da Fonseca e Souza (Minas Gerais) e de Prudência Maria Branca – da Fonseca. * PROPÍCIA MENNA BARRETO PRESTES DA FONTOURA
└ 28-02-1835 – Porto Alegre
1.11.1.1.1 – PROPÍCIA PRUDENTE DA FONSECA D
* 08-04-1849 – Rio Pardo Fonte Secundária
Maria Pulcra (1.11.1.1.2) casou no Rio Pardo com Prudente da Fonseca Castro, filho de José Plácido de Castro (Sarg Mor), veterano das campanhas do Uruguai em 1811 e 1812, e de Felisbina da Fonseca; filhos: Josefa Amália, Emília, João Evangelista, Propícia Pulcra, Corina e Prudenciana da Fonseca Castro (*26-08-1859, Rio Pardo). Após falecer Maria Pulcra, casou Prudente com Zeferina de Oliveira, pais do Cel. José Plácido de Castro, incorporador do Território do Acre ao Brasil.
1.11.1.1.2 – MARIA PULCRA PRUDENTE DA FONSECA Nota
*
1.11.1.1.3 – IZABEL PRUDENTE BARRETO Nota
* 16-07-1858 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.11.1.1.4 – ANNA PRECIOSA PRUDENTE Nota
* Fonte Secundária
Izabel (1.11.1.1.3) casou em 15-09-1879, Porto Alegre, com Raimundo Honório de Almeida (*Maranhão) filho de José Francisco Almeida e Maria da Luz Sena. Sem descendência.
Anna Preciosa (1.11.1.1.4) casou em 24-12-1870, Rio Pardo, com Antônio Bernardino dos Santos Xavier [Filho], filho de Antônio Bernardino dos Santos Xavier e de Maria Bernardina Dos Santos Xavier.
FONTE: 5. * FRANCISCO PRESTES DE PAULA BARRETO 01.11.04
Bibiana (*1794, P Alegre, †17-11-1828, P Alegre) filha de Domingos de Almeida Lemos Peixoto e de Luiza Joaquina da Silveira.  BIBIANA JOAQUINA DE ALAMEIDA
└ 06-11-1808 – Porto Alegre
1.11.4.1 – MARIA I
* 30-08-1810 – Porto Alegre
Francisca (1.11.4.2) casou em 14-07-1827, P. Alegre, com o Cap. João José Pimentel, filho de José Joaquim Pimentel e de Senhorinha Severina Pereira Pinto; descendência desconhecida. † 30-08-1810 – Porto Alegre
1.11.4.2 – FRANCISCA PRESTES DE ALMEIDA Nota
* 07-02-1812 – Porto Alegre Fonte Secundária
1.11.4.3 – PROPÍCIA D
* 30-05-1813 – Porto Alegre
1.11.4.4 – DOMINGOS PRESTES DE PAULA BARRETO S
* 17-09-1814 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 29-01-1833 – Porto Alegre
1.11.4.5 – BIBIANA D
* 06-02-1816 – Porto Alegre
1.11.4.6 – ANA D
* 01-05-1817 – Porto Alegre
1.11.4.7 – JOÃO D
* 05-04-1819 – Porto Alegre
1.11.4.8 – PROPÍCIO D
* 28-06-1820 – Porto Alegre
1.11.4.9 – PROPÍCIA PRESTES MENNA BARRETO D
* 24-06-1821 – Porto Alegre
† 04-11-1892 – Porto Alegre
1.11.4.10- RITA PRESTES DE PAULA BARRETO D
* 10-09-1823 – Porto Alegre Fonte Secundária
FONTE: 5, 6 e 4. * JOÃO DE DEUS MENNA BARRETO – Visc. São Gabriel 01.14
João de Deus Menna Barreto, Visconde de São Gabriel, é o fundador da linhagem dos Menna Barreto. Vide nota biográfica: os Menna Barreto.    RITTA BERNARDA CORTEZ DE FIGUEIREDO MENNA
└ 08-12-1788 – Rio Pardo
Rita, nascida em 1773, Rio de Janeiro e falecida em 11-02-1824, Rio Pardo, filha de José Maria de Figueiredo Menna (Bispado de Bragança) e de Ana Clementina de Oliveira (Lisboa); neta paterna de Antônio do Amaral Sarmento e Ana Cortez de Figueiredo, neta materna de Antônio José de Oliveira (Sarg mor) e de Rita Bernarda de Oliveira. 1.14.1 – GASPAR FRANCISCO MENNA BARRETO – Mar. 01.14.01
* 13-09-1790 – Rio Pardo
† 05-09-1856 – Rio Pardo
1.14.2 – JOÃO PROPÍCIO DE FIGUEIREDO MENNA BARRETO – Mar. 01.14.02
* 16-05-1792 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 09-02-1867 – São Gabriel
1.14.3 – SEBASTIÃO I
* 09-07-1793 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.14.4 – LUÍS JOSÉ I
* 16-09-1794 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.14.5 – PROPÍCIO I
*         -1795
1.14.6 – JOSÉ LUIZ MENNA BARRETO – Cel. 01.14.06
* 09-03-1796 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 24-09-1825 – Batalha Rincão das Galinhas (Uruguai)
1.14.7 – FRANCISCO DE PAULA I
* 05-05-1797 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.14.8 – MAFALDA SINFOROSA MENNA BARRETO 01.14.08
* 10-07-1798 – Rio Pardo Fonte Secundária
Maria Pulcra (1.14.9) casou em primeiras núpcias com José de Paula Prestes da Fontoura (1.11.1), onde consta a descendência. Maria Pulcra, em segundas núpcias, casou em 15-08-1821, R. Pardo com José Maria Sales Gameiro Mendonça Peçanha (Desembargador); natural do Rio de Janeiro, filho de José Feliciano da Rocha Gameiro (Lisboa) e de Ana Preciosa de Mendonça – Peçanha; filhos: Ana (* 1822, P. Alegre), Rita (* 1823, P. Alegre), Maria José (* 1825, P. Alegre), Emília (* 1826), Ana Preciosa (* 1827), Henriqueta (* 1828), José (* 1829, P. Alegre), Propícia (* 1830) e Mafalda (* 1832) Menna Barreto Peçanha. 1.14.9 – MARIA PULCRA DE FIGUEIREDO MENNA Nota
* 21-09-1799 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.14.10- ANTÔNIO I
* 09-03-1801 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 13-05-1805
1.14.11- RITA I
* 24-10-1802 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 17-05-1805
1.14.12- JOÃO I
* 23-09-1804 – Rio Pardo Fonte Secundária
† 08-05-1805
1.14.13- JOÃO I
* 05-08-1808 – Rio Pardo Fonte Secundária
Francisco de Paula (1.14.14) teve dois filhos naturais: Maria Carlota e Francisco de Paula (e/ou Antônio Francisco) Menna Barreto (*08-03-1835, P Alegre). 1.14.14- FRANCISCO DE PAULA MENNA BARRETO Nota
* 10-06-1809 – Rio Pardo Fonte Secundária
João Batista (1.14.15) casou com Claudina Arminda (ou Arminda Claudina) Irien Amorado, de Caçapava, filha de José Irien de Amorado e de Silvéria Matilde; filhos: Maria de Deus, Deolinda e Maria Salomé Menna Barreto. Maria de Deus casou em 21-05-1851, São Gabriel, com Olivério Antônio Severo. 1.14.15- JOÃO BATISTA MANNA BARRETO – Alf. Nota
* Fonte Secundária
1.14.16- MARIA SINFOROSA BARRETO Nota
*                   – São Nicolau das Missões Fonte Secundária
1.14.17- LUIZ FRANCISCO MENNA BARRETO – Cap. D
Maria Sinforosa (1.14.16) casou em 12-05-1822, P. Alegre, com Antônio da Silva Neves Pitanga (*R. Janeiro), filho de Antônio da Silva Neves (*Porto) e de Florência Maria Ignácia Oliveira (*Viamão); filhos: Manoel Catão, Maria da Glória, Emília e Antônio Barreto Pitanga. *
1.14.18- JOÃO MANOEL MENNA BARRETO – Gen.-Brigº. Nota
* 07-07-1827 – Porto Alegre
† 12-08-1869 – Batalha do Peribibui
Consta serem naturais os quatro últimos filhos de João de Deus, nascidos após 1824, quando enviuvou. João Manoel é filho de Maria Joaquina de Almeida.
FONTE: 5, 6, 4 e 10. * GASPAR FRANCISCO MENNA BARRETO – Mar 01.14.01
Em segundas núpcias, o Mar. Gaspar Francisco casou com Balbina Carneiro da Fontoura (3.7.3), com geração.    AMABILIA AMÁLIA (DA FONSECA) DE SOUZA – MENNA BARRETO 1º MAT
└ 03-06-1821 – Rio Pardo
Amabilia Amália, de São Luiz das Missões, filha de João da Fonseca e Souza (Minas Gerais) e de Prudência Maria Branca (Rio Pardo). 1.14.1.1 – JOSEFA D
* 05-02-1822 – Santo Amaro
João Francisco (1.14.1.2) casou em 28-06-1851, no Alegrete, com Marfrisa Araújo Carvalho – Menna Barreto; filhos: Amabilia Amália, João de Deus, Florinda Amália, Adolpho, João Francisco Fº, Zeferina, Rita, Gasparina, Affonso, Fernando (*24-03-1861, Uruguaiana), Luiza Menna Barreto. Comendador e Oficial da Imperial Ordem Militar da Rosa, Cavaleiro e Hábito da Imperial Ordem Militar de S. Bento d’Avis; atuou na Guerra dos Farrapos e Campanha do Uruguai de 1851. 1.14.1.2 – JOÃO FRANCISCO MENNA BARRETO – Gen.-Brigº. Nota
* 11-12-1825 – Montevidéu Fonte Secundária
† 17-12-1896
1.14.1.3 – MARIA FRANCISCA MENNA BARRETO Nota
*                   – Porto Alegre Fonte Secundária; Questão
1.14.1.4 – GASPAR FRANCISCO MENNA BARRETO FILHO Nota
*
1.14.1.5 – AMABILIA AMÁLIA MENNA BARRETO Nota
Maria Francisca (1.14.1.3) casou em 29-09-1840, Porto Alegre, com o Gen. José Luiz Menna Barreto Fº (1.14.6.2); filhos: Amabilia Menna Barreto. José Luiz casou após com Rita de Cássia Menna Barreto (1.14.1.6). Questão. * 27-07-1827 – Rio Pardo Fonte Secundária
1.14.1.6 – RITA DE CÁSSIA MENNA BARRETO Nota
*         -1830 Fonte Secundária, Questão
Gaspar Francisco (1.14.1.4) casou em 28-01-1857, Porto Alegre, com Amélia Guilhermina de Sampaio Ribeiro. 1.14.1.7 – FIRMINO HERCULANO MENNA BARRETO – Alf. Nota
*                    – São Gabriel Fonte Secundária
Amabilia Amália (1.14.1.5) casou em 23-09-1848, Porto Alegre, com o Dr. José Pereira da Costa Motta, já viúvo de Gertrudes Velho; filhos: Clara e Gertrudes Menna Barreto da Costa Motta. Amabilia Amália Menna Barreto – da Costa, ao casar
Além da atividade militar muito intensa, também demonstrou sensibilidade literária em poesias.  Na batalha do Catalã, participou junto com seu progenitor, resultou ferido, vindo a falecer. Na Revolução Farroupilha, mantém-se fiel aos Imperiais, como de resto todos os Menna Barreto.
Rita (1.14.1.6) casou em 19-11-1870, Rio Pardo, com o Gen. José Luiz Menna Barreto Fº (1.14.6.2) após enviuvar de Maria Francisca Menna Barreto (1.14.1.3); filhos: Raquel, Gen. João de Deus (*30-06-1874, P Alegre) e Branca Rosa Menna Barreto. João de Deus casou em 08-12-1900, Rio de Janeiro, com Ernestina Stela de Noronha, estes, pais de João de Deus Noronha Menna Barreto, autor de “Os Menna Barreto – Seis Gerações de Soldados, Obra que serviu de referência para este Estudo – Fonte 6.
Firmino (1.14.1.7) casou em 21-10-1865, Porto Alegre, com Maria Luiza de Oliveira; filhos: Luiz, Amabilia, Firmino, José Maria, Maria Francisca (*1871), Hermelina, Alberto, Rita, Maria Júlia, Waldemar, Zulmira, Marieta, Malvina, Armando, João Francisco e Maria Inez Menna Barreto.
FONTE: 5, 6, 9 e 4. ** JOÃO PROPÍCIO DE FIGUEIREDO MENNA BARRETO – Mar. 01.14.02
 Consta ter casado por procuração, ao Cap. Tristão Jorge Pinto. Os dois primeiros filhos – João Batista e Propício – foram legitimados e reconhecidos.
Vide sinopse biográfica de João Propício.
  * FRANCISCA DA GLÓRIA PALMEIRO PINTO DA FONTOURA
└ 03-05-1858 – São Gabriel (Fonte Primária)
1.14.2.1 – JOÃO BATISTA MENNA BARRETO – Alf. Nota
Francisca da Glória: 6.2.6.10. *         -1850
João Batista (1.14.2.1) casou com sua tia Maria Leopoldina Palmeiro da Fontoura (6.2.6.9), onde consta a geração. 1.14.2.2 – PROPÍCIO AFONSO MENNA BARRETO Nota
* 23-09-1855 -São Gabriel
Propício Afonso (1.14.2.2), inexiste referência sobre o matrimônio; filhos: Carlos Afonso, Paulo Afonso, Gilberto Afonso, Genaro Afonso, Valto Afonso Menna Barreto. 1.14.2.3 – MARIA DA GLÓRIA MENNA BARRETO Nota
*         -1859 – São Gabriel Fonte Primária
†                  – Rio de Janeiro
1.14.2.4 – SEBASTIÃO MENNA BARRETO Nota
Maria da Glória (1.14.2.3) casou com Propício Barreto Pinto filho de Tristão José Pinto (Cel) e de Maria da Glória Barreto de Albuquerque Pinto; filhos: Branca, Arlinda, Alzira, Maria da Glória, Almerinda, Ary e Oscar Menna Barreto Pinto, João Propício Menna Barreto Neto e Tristão José Pinto Neto. * 28-04-1860 – São Gabriel
1.14.2.5 – (MARIA) CORINA PALMEIRO MENNA BARRETO Nota
*         -1861
1.14.2.6 – CECÍLIA MENNA BARRETO Nota
Sebastião (1.14.2.4) casou com Maria Cândida da Silveira; filhos: Cacilda, João Ivo e Nelsinda Menna Barreto. *         -1862
1.14.2.7 – JOÃO PROPÍCIO S
Maria Corina (1.14.2.5) casou em primeiras núpcias com o Cap. Nicolau Ignácio Carneiro da Fontoura Fº (7.2.11.2), onde consta a descendência. Após, casou com Diocleciano Patrício de Azambuja (In 6.1.6.3); filhos: Ceci e Jequitibá Menna Barreto de Azambuja. Jequitibá foi Prefeito de São Gabriel. * 04-12-1863 – São Gabriel
1.14.2.8 – FRANCISCO MENNA BARRETO Nota
* 09-09-1866 – São Gabriel Fonte Secundária
Cecília (1.14.2.6) casou em primeiras núpcias com Joaquim Luiz Cardozo de Sales, filho do Barão do Irapuã; filhos: João de Deus, Alaíde, Ana, Jorge e Lourdes Menna Barreto Sales. Em segundas núpcias, casou, Cecília, com Francisco Hertzog; sem descendência.
Francisco (1.14.2.8) casou em primeiras núpcias, em 20-06-1896, P Alegre, com Raquel Menna Barreto (In 1.14.1.7); filhos: Oscar, Carlos, Oswaldo, Célia, Raquel (Filha), Rita, João Propício (Neto 2), Francisco (Filho) e Branca Menna Barreto. Após, Francisco casou com Antônia Evangelho; filhos: Paulo, José Luiz e Gabriel Evangelho Menna Barreto.
FONTE: 5, 6. * JOSÉ LUIZ MENNA BARRETO – Cel. 01.14.06
Vide Questão 01.14.06    ANA EMÍLIA DE SAM PAYIO
Ana Emília (*Portugal), filha do Mar. Antônio Manoel da Silveira Sam Payo e de Maria Carlota; após viuvar, casou com Vitorino José Ribeiro. └  1818
1.14.6.1 – JOSÉ JOAQUIM MENNA BARRETO – Ten. D
*
José Luiz (1.14.6.2), legitimado pelo pai e reconhecido pelo avô paterno; casou, em primeiras núpcias em 1840, com Maria Francisca Menna Barreto (1.14.1.3), após, com sua cunhada Rita de Cássia Menna Barreto (1.14.1.6).
– Comendador da Imperial Ordem Militar de São Bento d’Avis e da Imperial Ordem Militar de Cristo; Oficial da Imperial Ordem do Cruzeiro; Comendador Dignitário e Oficial da Imperial Ordem Militar da Rosa.
1.14.6.2 – JOSÉ LUIZ MENNA BARRETO FILHO – Gen.-Brigº. Nota
* 24-10-1817 – Porto Alegre
† 10-10-1879 – Porto Alegre
1.14.6.3 – ALFREDO RODRIGUES MENNA BARRETO Nota
*
1.14.6.4 – MARIA CAMILA DE SAM PAYO MENNA BARRETO Nota
* 15-07-1822 – Porto Alegre
1.14.6.5 – JOÃO SABINO DE SAM PAYO MENNA BARRETO – Cel. Nota
Alfredo (1.14.6.3) casaou já viúvo, com Francisca Braz Odorico; filhos: João Braz Odorico Menna Barreto. * 11-07-1823 – Porto Alegre Fonte Secundária
†         -1873 – Guerra do Paraguai
1.14.6.6 – ANTÔNIO VÍCTOR SAM PAYO MENNA BARRETO – Maj. Nota
Maria Camila (1.14.6.4) casou em 1843, Taquari, com o Cel. Pedro Álvares Cabral da Cunha Godolfim, Rio de Janeiro, falecido em 1864; filhos: Vitorino, Manoel Joaquim, José, Ana Emília, Maria, Pedro, João Propício, Ricardo e Nuno Menna Barreto Godolfim. * 12-04-1825 – Porto Alegre Fonte Secundária
† 18-10-1891 – Porto Alegre
João Sabino (1.14.6.5) casou em 1844, no Alegrete, com Carlota Guilhermina de Magalhães; sem descendência. Hábito Comendador da Imperial Ordem Militar da Rosa, de São Bento d’Avis e de Cristo. Comandou o 5º Regimento de Cavalaria na Guerra do Paraguai, tendo o permanente acompanhamento de D. Carlota Guilhermina em suas Campanhas.
Antônio Vítor (1.14.6.6) casou em 19-02-1851, P Alegre,com Maria Januária Ribeiro Fagundes – Menna Barreto, filha de Felisberto Fagunsdes de Souza e de Reginalda Cândida Fagundes; filhos: Felisberto, Maria da Glória, Antônio Vítor, José Luiz Neto, João de Deus, Vítor, João Rodrigues, Rafael, Corina, Sabino, Lídia e Felipe Neri Menna Barreto.
FONTE: 6.    MANOEL PEDROSO DE ALBUQUERQUE – Cap. 01.14.08
Manoel, natural de Rio Pardo, filho de João Pedroso Albuquerque (São Paulo) e Maria Benedita de Camargo. * MAFALDA SINFOROSA MENNA BARRETO
Carolina (1.14.8.1) casou com João Feliciano da Costa Ferreira (1.9.4.1); filhos: Rita Carolina e Maria da Glória 1.14.8.1 – CAROLINA MENNA BARRETO DE ALBUQUERQUE Nota
*
FONTE: 5, 6 e 4. ** JOÃO MANOEL MENNA BARRETO – Gen.-Brigº. 01.14.18
Manoel, natural de Rio Pardo, filho de João Pedroso Albuquerque (São Paulo) e Maria Benedita de Camargo.  * MARIA BALBINA PALMEIRO DA FONTOURA
└ 27-08-1849 –  São Gabriel [Fonte Primária]
João Manoel Filho (1.14.18.1), filho natural,  Cavaleiro da Ordem Imperial Militar da Rosa, participou com distinção na Guerra do Paraguai e Revolução Federalista de 1893. Casou com Jacinta Maciel; filhos: Nélson, Eduardo, Raul, Vanda e Sara Menna Barreto. 1.14.18.1 – JOÃO MANOEL MENNA BARRETO FILHO – Gen. Nota
*          -1848
†         -1931
1.14.18.2 – ALICE MENNA BARRETO Nota
*
Alice (1.14.18.2) casou com Tito Prates da Silva (Desembargador); filhos: João Raimundo da Silva Neto, Tito Prates da Silva Filho, Alcides e Homero Menna Barreto Prates da Silva, Fernando, Júlio, Alice, Cândida Célia e Maria Balbina. Prates da Silva e ainda, Helvécio Menna Barreto Prates da Silva. 1.14.18.3 – ADELAIDE MENNA BARRET Nota
*          -1855 – Montevidéu Fonte Primária
1.14.18.4 – (MARIA) BALBINA MENNA BARRETO Nota
*          -1855 – São Gabriel Fonte Primária
1.14.18.5 – JOÃO CARLOS MENNA BARRETO – Gen. Nota
Adelaide (1.14.18.3) casou em 23-06-1771, São Gabriel, com Gabriel Pereira Borges Fortes; filhos: João Manoel Menna Barreto Neto, Francisca, Ceci e Maria Amália Menna Barreto Borges Fortes. *          -1858
†          -1930
Maria Balbina (1.14.18.4) casou em 29-06-1874, São Gabriel, com Trajano Menezes Cardoso (Cel), filho de Carlos Francisco Cardozo (Maj) e de Maria Altina de Menezes Cardozo; filhos: Ibanez, Dorzila, Almerinda e Alzira Menna Barreto Cardozo.
João Carlos (1.14.18.5) casou com sua sobrinha Maria Amália Menna Barreto Borges Fortes (in 1.14.18.3); filhos: Gabriel, Nécia, Rute, Marina, Marieta e Celso Menna Barreto.
FONTE: 5. * CARLOS DOS SANTOS BARRETO 01.15
Izabel nasceu em 1775 em Viamão, filha de João Pedro dos Santos Robalo (Viamão) e de Narcisa Joana da Silveira (Évora).   IZABEL FELÍCIA PEREIRA DA SILVA
└ 21-12-1793 – Porto Alegre
Francisco (1.15.1) casou em 09-11-1806, P. Alegre, com Justinianna Constança da Silva, filha de Constantino José Da Silva e de Hermógina de Almeida; filho: Augusto Menna Barreto. 1.15.1 – FRANCISCO BARRETO PEREIRA PINTO Nota
* 17-01-1779 – Cachoeira Fonte Secundária
1.15.2 – CARLOS D
* 02-11-1796 – Rio Pardo
●●

Grupo 1 – FRANCISCA VELLOZA DA FONTOURA – 1ª Filha de JCF

Francisca nasceu em 1729 – Congonhas do Campo – Sabará. Foi em Minas Gerais que JCF se instalou ao chegar no Brasil, vindo em missão militar devido à próspera mineração das Gerais, mas que já causava algumas inquietudes ao Reino de Portugal. Francisca, ainda menina, acompanhou os pais que tiveram uma rápida passagem pelo Rio de Janeiro, agora em decorrência das invasões francesas, e logo a seguir o destino foi Sul, em missão com Silva Paes de apoio ao Sacramento. Junto com o contingente que aportou em Rio Grande estava Francisco Barreto Pereira Pinto – Cel. Dragões. É justamente com este bravo soldado que Francisca casou no ano 1743. Foram quinze os filhos do casal, nascidos entre Rio Grande, Viamão e Rio Pardo, por que nessa ordem se deslocaram os portugueses na conquista das terras disputadas com os castelhanos.

Anna Josefa é a primeira filha do casal, nascida em 1744, casou com José Guedes Pimentel (Alferes). Severina Maria. Já a segunda filha de Francisco e Francisca Velloza da Fontoura não consta ter deixado descendência.

Maria Eulália – 3ª filha – Casou na família Queiroz Vasconcellos, deixando vasta prole. Cabe ressaltar que uma dessas descendentes, Maria do Carmo Violante Queiroz Vasconcellos (1.3.2), ao casar com Antônio Simões Pinto, gerando um dos simbólicos troncos formadores da gente gaúcha.

Inocência Maria, Helena Máxima, Engrácia Raquel, Juliana Severina, todas casadas e com descendentes.

O nono filho, o primeiro varão, recebeu o nome do pai Francisco Barreto Pereira (Filho), dedicou-se às armas e deixou inúmeros descendentes ao casar com Eulália Joaquina de Oliveira.

Depois vieram mais quatro filhas, entre elas Francisca Velloza da Fontoura (Filha) que recebeu o nome da mãe. Aliás é de se observar que o sobrenome das filhas lembra o da mãe e o sobrenome dos filhos homens liga-se ao do pai. Isso era costume, já percebido com a família de JCF em que os filhos são Carneiro da Fontoura e as filhas Velloza da Fontoura, que lembra o nome da avó patena. Um pouco diferente dos preceitos atuais.

Um destaque para o décimo quarto filho, João de Deus Menna Barreto, pois é com esse neto de JCF que se funda a linhagem dos Menna Barreto outro tronco secular rio-grandense.

Finalmente, encerrando os descendentes de Francisca e Francisco Barreto Pereira Pinto, nasceu Carlos dos Santos Barreto, que ao casar com Izabel Felícia Pereira da Silva ficam mais dois netos de JCF.

Ao coronel de Dragões Francisco Barreto Pereira Pinto muito há de se reverenciar, mas em especial a sua habilidade e tino militar o destacaria. Um episódio em que ele teve brilhante atuação foi com os casais açoritas que, por volta de 1752 chegavam ao Brasil com a missão de ocuparem as Missões, em disputa com os castelhanos. Esses casais, procedentes das superpopulosas ilhas dos Açores, vinham em levas, mas sem muito planejamento logístico e nem de assentamento. Amontoavam-se no porto de Viamão e já ansiosos por um destino final, inquietavam-se com as indecisas táticas da Coroa Portuguesa. Francisco percebe o desconforto dessa pobre e descriminada gente, manda reunirem-se em festa, saraus, que os divertissem. Fato que passou a história como porto dos casais, casais que alegres descontavam suas inseguranças. Quem sabe uma justificativa para a denominação de Porto Alegre, da hoje capital dos gaúchos.

● FONTES DE REFERÊNCIA ENSAIOS GENEALÓGICOS – FONTES NOTAS
Os números das fontes de referência constantes  na coluna de notas, à esquerda de cada matrimônio, vão identificados ao lado desta observação (ENSAIOS GENEALÓGICOS). Para maiores esclarecimentos contatar por e-mail com a Coordenação deste ensaio.Da mesma forma para elucidações, no caso de “Questão” quando citada, bem como, qualquer outro assunto ou contribuição pertinente. 1 – ASSUMPÇÃO DOS SANTOS, J A. Uma Linhagem Rio Grandense – Os Antunes Maciel. P Alegre. Os indicativos, nesta coluna, à direita, significam:
D – O componente faleceu sem deixar descendentes.
S – O componente faleceu ainda solteiro.
I – O componente faleceu quando impúbere.
Nota – Indicador que remete a uma observação desse componente na coluna à esquerda. Normalmente, trata-se de um descendente arrolado noutro tronco secular ou cuja progênie extrapola a este estudo.
2 – FELIZARDO, Jorge Godofredo. Antônio Adolpho Schramm. RMJC-IHRS nº 4; P Alegre; p: 6-39.
3 – FELIZARDO, Jorge Godofredo & XAVIER, Paulo. Luiz Figueiredo Leitäo e sua Descendência. RMJC-IHRS nº 3; P Alegre; p:5-257.
4 – FONTOURA, Nelson Freitas da. Cadastro Genealógico dos Carneiro da Fontoura. Compilaçäo de dados sistematizados a partir da coleta em registros de batismo, casamentos e óbitos além de depoimentos pessoais considerados idôneos.
● SOM DE FUNDO ABERTURA ARQUIVO vinheta
Astúrias (Leyenda) de Isaac Albeniz, interpretação de Pepe Romero é o fragmento musical que abre  o arquivo do Grupo 1. Embora esse título provenha de uma editora alemã da suíte espanhola, essa música tem na verdade uma forte conotação com a tradição flamenga da Andaluzia. Em todo o caso, sendo as Astúrias o ponto de expansão dos Carneiro da Fontoura, que se fixaram em Chaves, Portugal, tem neste fragmento por suas marcações em “stacato” aos sons da guitarra, certamente, poderia harmonizar os saraus quando o flamento, o andaluz, o fado e o gitano se miscigenavam como as etnias constituintes daquelas paragens da Península Ibérica.
5 – GUIMARAES, Joäo Pinto da Fonseca & FELIZARDO, Jorge Godofredo. Genealogia Rio-Grandense – Título Carneiro da Fontoura. Edição comemorativa ao 2º Centenário da Fundaçäo do Presídio do Rio Grande de São Pedro. P Alegre; Livraria do Globo; 1937; 264p.
Consulte à Coordenação, se persistir em dúvida, nos seguintes casos:
Fonte Primária – Dados obtidos em documento original.
Fonte Secundária – Dados obtidos em fonte de terceiros.
Depoimento Colaborador – Dados oriundos de informação oral considerada fidedigna.
Questão – Dados sujeitos a cnfirmação.
Artigo Publicado – Siga o link para saber mais.
6 – MENNA BARRETO, João de Deus Noronha – Ten-Cel. Os Menna Barreto 6 Geraçöes de Soldados 1769 – 1950. P Alegre.
7 – PORTO, Aurélio. Título Simöes Pires. RIHGRGS, nº 39-40, 1930; P Alegre; p:473-530.
8 – RHEINGANTZ, CARLOS G. In Anais do Simpósio Comemorativo do Bicentenário da Restauraçäo de Rio Grande, II volume.
9 – RHEINGANTZ, Carlos G. O Capitäo Francisco Xavier de Azambuja. RMJC-IHRS nº 2; P Alegre; p: 8-37.
Exemplo Codigo: 01.14.18
Indica que o componente 1.14.18 constituiu família a ser descrita  mais adiante. Ele representa um descendente da 3ª geração de JCF e corresponde ao 18º filho do 14º filho de Francisca (primeira filha de JCF.
10– ANDRADE, João Alberto Pereira – Membro do Instituto Genealógico do Rio Grande do Sul. Residente em Brasília. Cadastro genealógico particular – Estudo não publicado.
Outras fontes de referências, que não as desses ensaios genealógicos, estão citadas se assim ocorrerem.